Goog Catch – vegan tuna

Determined to give the Quality Vegan Seal to Good Catch, a question arose about needing a substitute for tuna. Of course, the Ecological side speaks louder due to the rampant consumption and ever-rising demand and destructive fishing practices that are threatening the tuna and various other forms of life around them. In Japan they recently sold a tuna of 278 kilos for 2.7 million Euros (endangered species). Give the importance of vegan tuna to non-vegan and vegan people, of course. The mission of Good Catch is to preserve the natural resources of the ocean, reaching the rich flavors and textures of fine seafood, but made with sustainable and nutritious plant ingredients. This way, you get delicious meals that are good for you and the planet. In vegan tuna they use 6 legumes (peas, chickpeas, lentils, soybeans, fava beans and white beans) and addition of seaweed oil (rich in DHA, an essential fatty acid omega-3 and responsible for flavor). It deserves the 2 stamps from MIamiLogoly.

Decididos a dar o Selo Quality Vegan para a Good Catch surgiu um questionamento sobre precisarmos de um substituto do atum. Claro que sim, o lado Ecológico fala mais forte devido o consumo desenfreado e demanda em constante ascensão e com práticas destrutivas de pesca que estão ameaçando o atum e diversas outras formas de vidas ao seu redor. No Japão recentemente venderam um atum de 278 quilos por 2,7 milhões de Euros (espécie em extinção). Dai a importância do Atum vegano para pessoas não veganas e veganas, claro. A missão da Good Catch é preservar os recursos naturais do oceano, alcançando os ricos sabores e texturas de frutos do mar finos, porém, feitos com ingredientes sustentáveis e nutritivos de origem vegetal. Desta forma, você obtém deliciosas refeições que são boas para você e para o planeta. No atum vegano usam 6 leguminosas (ervilha, grão de bico, lentilha, soja, fava e feijão branco) e adição do óleo de algas marinhas (rico em DHA, um ácido graxo essencial ômega-3 e responsável pelo sabor). Merece os 2 selos da MIamiLogoly.
https://youtu.be/4nCIu93dKzk

#seafoodwithoutsacrifice #plantbasedseafood #almoçovegano #veganosbrasil #veganmiami #oceanconservation #oceanlife#savetheocean #environment #conservation #water #sea #bigbluemovement #comidasaudavel #jantarvegano #saveourplanet #plantbased  #tuna #fishfree #glutenfree #vegan #veganfood #plantprotein #ecology #vegano #comidavegana #prazeremservegano #proteinavegana #novoshabitos #govegan

¿Ya abrazó un árbol hoy?

¿Ya abrazó un árbol hoy? Todavía hay tiempo. Divida ese amor incodincional de su ser para todo el planeta. Abrazar un árbol y ella transmitirá el mensaje a todos los demás árboles, al final sus raíces se comunican y adoran un abrazo, incluso de lejos.

Já abraçou uma árvore hoje? Ainda dá tempo. Divida esse amor incodincional do seu ser para todo o planeta. Abraçe uma árvore e ela transmitirá a mensagem para todos as outras árvores, afinal suas raízes se comunicam e adoram um abraço, mesmo de longe.

Have you hugged a tree today? There’s still time. Divide this unconditional love of your being into the whole planet. Hug a tree and it will transmit the message to all the other trees, after all its roots communicate and love a hug, even from afar.

#abrazoarboles #abracoarvores #hugtrees #networkoftrees #vivafeliz #lifehappy

Vegan Quality

O drTanajura e Vovó Loira criaram um selo que indica sua aprovação quanto a produtos, comidas, Lojas, Hotéis, Pousadas e Restaurantes da linha Vegan de vários países. As análises, a princípio, serão feitas pelo drTanajura que é vegano e a Vovó Loira que não é vegana. Vejam que o teste, por exemplo, de uma comida ou restaurante será feita por um vegano e uma não vegana, com o fim de testar efetivamente o sabor, que deve agradar a quem não é vegano também. O critério é bastante sério e quando indicarmos pode ter certeza que existirá uma grande possibilidade de você ficar agradecido(a) pela indicação.

O selo é de simples caracterização pois o intuito principal é a indicação e não o próprio selo, onde se utiliza uma abóbora, grãos e tomates.

Com a indicação pretendemos incentivar a procura pela qualidade cada vez maior dos produtos e estabelecimentos veganos. O veganismo é uma tendência que cresce rapidamente, principalmente entre os mais jovens. Uma pratica saudável de vida e o sentimento de estar de bem com a natureza. Por um planeta melhor e mais habitável.

THANKSGIVING 2018

:

Dia da gratidão!

Última quinta-feira de novembro…Turkey Day…para agradecer os bons acontecimentos do ano.

Thanksgiving-Brownscombe.jpg"The First Thanksgiving at Plymouth" Pintura de Jennie Augusta Brownscombe - Stedelijk Museum De Lakenhal

Como em 1621: quando os europeus sobreviveram ao duro inverno de Massachusetts graças aos ensinamentos dos indígenas…Irmandade celebrada comendo patos, perus, peixes e milho.

No dia seguinte, as lojas promovem grandes promoções, o Black Friday.

Sempre um dia para reflexões…e pensando na própria vida, indiferente aos conflitos mundiais, seleciono minhas orações para agradecer aos momentos prazerosos em que minha neta pula no meu colo para beijocas e demonstrações de puro e autêntico afeto.

Ou outros, em que a harmonia familiar se faz tão presente com abraços apertados e palavras de carinho e apoio mútuo. Ainda a aqueles momentos de magia aos encontros inesperados revelando pessoas incríveis e especiais…

Poder ir e vir, plena de autonomia, descobrir Miami e sua energia regada do mais belo brilho solar.

Agradecer aos momentos em que consegui ser forte aos desafios no trabalho e indiferente ao olhar impiedoso de colegas amarguradas e cruéis.

Assim vou me impondo e me surpreendendo e me reinventando… E me entregando a cada esquina…every corner…

Conheço prazos e sei da finitude…

A cidade se enfeita agora para o Natal.

Na Brickell as luzes se confundem com as estrelas..

 

 

O Papai Noel chega no imponente shopping Brickell City Centre, cuja arquitetura ousada se faz o mais belo presente…

 

Francisca, uma brasileira que dividia um apartamento com mais 5 pessoas na vizinhança e que tinha autorização para permanecer por 6 meses aqui como turista, conheceu um vizinho de prédio e se apaixonou. Fazia compras e levava encomendas para clientes…personal shopping se definia.

Correspondida nesse romance já fazia planos para ficar…

Foi viajar para as Bahamas no final de semana passado com seu amor para comemorar os três meses de romance… na volta foi deportada para o Brasil…

 

 

CLOSING THE  DOORS

 Nesta semana a surpresa de ver uma grande escola de idiomas fechando suas portas depois de duas décadas servindo na Flórida… Inlingua Language School. Professora contratada como tutora de Português ali conheci colegas de várias nacionalidades, num ambiente hospitaleiro e rico de vivências tão espetaculares que tornam as relações docentes como sagradas. Fechar uma escola é fechar mundos, é um soco na boca do estômago! Públicas ou particulares, essas escolas de idiomas abrem as primeiras portas para quem chega e que depois terá uma convivência diária com pessoas dos mais diversos idiomas. Como um renascimento…seja qual for a idade.  Ser professor de adultos imigrantes é principalmente saber ouvir…e motivar!

Jorge é um professor cubano de inglês que conseguiu a cidadania há um mês. Trabalha em duas escolas e nos finais de semana limpa barcos e terrenos. Deixou em Cuba quatro filhos mais pai e mãe ambos engenheiros, irmã, sobrinha e cuja renda mensal não chega a 50 dólares. Sua preocupação e objetivo é ajudar sua família que ficou para trás. Domina sete idiomas entre eles o português e estuda para ser olheiro na Liga Americana de Beisebol em algum grande time, sonho que acaba ficando para trás em função do comprometimento financeiro que tem com aqueles de sangue e que ama.

Uma parte considerável do seu salário vai para as compras de roupas, comidas e principalmente remédios (sua mãe tem problemas cardíacos) que manda para Cuba, quando da ida de algum conhecido. As vezes sua companheira atual se aborrece por tanto compromisso no curto orçamento, mas ela mesma faz o mesmo, envia muita coisa para sua família em Havana.

Ana, venezuelana, professora de espanhol e advogada formada em Caracas, deixou seu esposo e mãe ali. Vive em Miami com seu filho músico e esposa, e sonha comprar um apartamento para juntar sua família, já que sua filha está trabalhando no México. Também estoca alimentos e remédios para mandar para a Venezuela. Ambos são gratos a este país.

Estremecem quando aparecem notícias de fechar as fronteiras em qualquer lugar do mundo. Conhecem a dor de quem partiu atrás de comida. E se as portas da vida se fecham, como sobreviver? Quantos Jorges e quantas Anas a nos ensinar…em tempos de incertezas e conectados em mundos líquidos…

Zygmunt Bauman:

“O mundo que chamo de “líquido” porque, como todos os líquidos, ele jamais se imobiliza nem conserva sua forma por muito tempo. Tudo ou quase tudo em nosso mundo está sempre em mudança: as modas que seguimos e os objetos que despertam nossa atenção; as coisas que sonhamos e que tememos, aquelas que desejamos e odiamos, as que nos enchem de esperanças e as que nos enchem de aflição. Esse mundo, nosso mundo líquido moderno, sempre nos surpreende; o que hoje parece correto e apropriado amanhã pode muito bem se tornar fútil, fantasioso ou lamentavelmente equivocado. Suspeitamos que isso possa acontecer e pensamos que, tal como o mundo que é nosso lar, nós, seus moradores, planejadores, atores, usuários e vítimas, devemos estar sempre prontos a mudar: todos precisam ser, como diz a palavra da moda, “flexíveis”.

THE LONERS? 

Ali está ela…no grande cercado!

Todos os dias vamos espiá-la na volta da escola. Algumas vezes somos acompanhados de John e sua babá na tarefa de contemplação dessa ave que apelidamos de a Galinha Pintadinha, inspirados pelo nome do desenho infantil.

Bico pequeno, crista carnuda muito vermelha, asas curtas e largas brancas, pernas escamosas, ela “nos dá luz todos os dias “(como diziam no antigo Egito). Solitária …  o que a torna diferente das demais galinhas que se espalham abundantemente em Miami. Estas outras vivem em bandos, com seus galos, frangos ou galetos, e os seus pintinhos. E livres!

Passeiam pelas ruas, parques, espiam as estações de metrô…Recebem atenção e comida principalmente dos mendigos.

A Galinha Pintadinha real produz em nós encantamento e estranheza. Porque vive só? Quem a alimenta? Ou só come insetos e pedras?

Minha neta e o colega de classe se tornam amigos e cúmplices ao compartilhar estes momentos de total ternura e grandes descobertas aos três anos de idade… Estão juntos desde a classe passada, e esses laços de afeição se estendem a mim e são demonstrados por largos abraços assim que entro na classe para buscar minha little girl.

Não sou a única privilegiada. Este menino de cabelos negros longos é extremamente carinhoso e falante com todos os adultos que vão buscar as outras crianças.

Um índio americano de olhar misterioso…e fascinante!

Assim estava vestido nas festas deste halloween, neste bairro, quando sua mãe extremamente zelosa me confidenciou…com alguns momentos de abstração, o diagnóstico é de autismo…Foi convidado a se retirar da escola. Vem o espanto indignado e indagações em vão… Voltamos juntas e conversando para casa… as crianças caminham na nossa frente de mãos dadas…nos iluminando!