Como acabar com a violência e drogas – ações positivas: Bandas marciais e Fanfarras para os jovens

Não sei se você gosta, mas eu adoro ver fanfarras de qualidade tocando e de preferência ao vivo. Se o maestro tem bom gosto vale a pena assistir aos desfiles de fanfarra.

Veja a importância das bandas e fanfarras num dos vídeos deste post feito pela TV Unesp, quais são os instrumentos, etc.

Os governantes não sabem o que criar para que os jovens tenham algo diferente para fazer. Governantes, gastem um dinheirinho em instrumentos musicais e voltem a criar bandas e fanfarras na Escolas municipais, estaduais, federais e por que não nas universidades.

Já pensou: Fanfarra da Unicamp (com 1000 estudantes), Banda do Colégio localizado próximo da favela X (com 10o0 jovens envolvidos). Eles aprenderiam a cuidar dos instrumentos, aprender as notas musicais, etc.

Vamos ver umas fanfarras:

 

 

 

E no Brasil – a importância das bandas e fanfarras principalmente para os jovens e afinal o que é uma banda ou fanfarra? Assista este vídeo da TV Unesp:

E não deixe de assistir o filme Drumline:

Doukhobor – 2

Assistidos pelo renomado autor Leo Tolstoy e pelos simpatizantes Quaker, os Doukhobors encontraram refúgio contra a perseguição sofrida na Rússia somente no Canadá.

Cerca de 7500 Doukhobors, quase um terço da população total existente, estabeleceram-se nas pradarias canadenses no início dos anos 1900, estabelecendo dezenas de assentamentos comunitários na atual província de Saskatchewan. Confrontado com uma aparente violação do acordo pelo governo canadense em termos de requisitos de propriedade e fidelidade à coroa, uma grande proporção desses Doukhobors escolheu, em princípio, abandonar suas aldeias e quase um quarto de milhão de acres de suas terras cultivadas. Quase 6000 emigraram para a British Columbia em 1908 para se instalar em grandes parcelas de terras adquiridas por eles. Cerca de 80 vilas comunais foram construídas em toda a região de Kootenay-Boundary de B.C. Com elaborados complexos agroindustriais de apoio em Grand Forks e Brilliant, sob a propriedade corporativa da CCUB (Comunidade Cristã da Irmandade Universal). Em 1924, essa comunidade de Doukhobor tornou-se a maior organização comunal desse tipo na América do Norte. A USCC é uma descendente dessa organização e, embora seus membros já não vivam em comunidade, permanece até hoje, a maior organização Doukhobor no Canadá. Além da USCC, organizações e grupos menores de Doukhobor também existem em todas as três províncias ocidentais.

The Historic Brilliant Suspension Bridge is located just upstream from the confluence of the Columbia and Kootenay Rivers que está sendo restaurada:

The Doukhobor Life-Concept

O que compreende esse conceito de vida, geralmente referido como Doukhoborism?

Todo corpo humano é composto de duas partes fundamentais: o espiritual e o físico. O lado espiritual é amadurecido, desenvolvendo ao máximo a nossa capacidade de AMAR, e alimentando constantemente nossas tendências altruísticas. As seduções dos prazeres físicos nem sempre conduzem em uma direção paralela com o crescimento espiritual adequado – portanto, um Doukhobor é uma pessoa que dedica toda a sua vida não apenas a obter satisfações físicas, mas a um contínuo desenvolvimento de seu ESPÍRITO. Ou seja, ele se esforça para viver para que seu ser espiritual sempre esteja no controle de seu eu físico – com todos os seus desejos inerentes.

Portanto, segue-se que essa pessoa, sempre se esforçando para aperfeiçoar suas dotações espirituais e para desenvolver a força de seu espírito, depende apenas dessa força para atingir quaisquer objetivos que ele possa ter. Daí o nome “Doukhobor” ou Spirit-Wrestler, que é a tradução literal da palavra russa – “Doukhoboretz”. Em outras palavras, um Doukhobor basicamente renuncia à força física como meio de combater o mal. Ele renuncia aos métodos obrigatórios e, em geral, a todas as formas de violência como meio de realização de um objetivo, por mais nobre que esse objetivo pareça ser, ou alcançar qualquer estado de bem-estar, por mais importante que possa parecer.

Um  Doukhobor procurara resolver as contendas com o seu poder espiritual, amor e perdão, uma atitude amorosa e simpática, através de suas palavras e reconciliação racionais, e por sua brilhante e exemplar conduta em sua vida cotidiana.

Na verdade, essa é a única maneira pela qual alguém pode realmente conquistar uma pessoa oposta – não através de meios externos de compulsão, mas atraindo seus sentimentos superiores e internos, que eventualmente formam e governam suas ações externas.

Doukhoborism é uma concepção de vida baseada fundamentalmente na crença em Deus e no ensinamento vivo de Jesus Cristo.  “O Reino de Deus na Terra” dá direito a uma pessoa buscar seu lugar na eternidade. Doukhoborism é uma concepção de vida racionalista, que não está ligada a dogmas estáticos. A consciência crescente na Verdade eterna, para a perfeição do nosso Eu Espiritual. Minimizam os ritos cerimoniais às formas mais simplificadas, mas recomendam a seus seguidores aderirem diariamente às regras da Verdade. Ou seja, exige que sejam membros, em todos os aspectos de suas vidas cotidianas, se esforcem para viver de acordo com as leis de Deus ou as regras da Verdade.

É um desenvolvimento sem fim das atitudes internas do homem em seu serviço a Deus e de seus semelhantes: e sendo tudo como se afirma aqui, em nenhum momento pode ser limitado ou confinado em certos limites definidos e não transigir a evolução natural da humanidade em todos os seus aspectos.

Na Declaração da “União das Comunidades Espirituais de Cristo” é dito que se reúnem como membros da Igreja de Cristo, por seus apóstolos. Não existe maior benção do que a vida eterna, em alegria indescritível. Não podemos servir a 2 mestres. Não sejam escravos da corrupção dos homens, mas sim filhos do Espírito livre de Cristo. Cumprir o mandamento: Não matarás. A humanidade se dividiu em inúmeros grupos e partidos políticos, que lutam uns contra os outros, por isso não reconhecem nenhum partido político.

Rende, portanto, a César, as coisas que são de César (isto é, os governos dos homens); E a Deus, as coisas que são de Deus“.

Seja devoto, confie em Deus. Ama-o com todo seu coração. Não deixe de lado uma ocasião para ações dignas. Não embarque em nenhum empreendimento sem uma deliberação cuidadosa, e em seu raciocínio, não se apresse. Não seja tardio, exceto somente em circunstâncias e ocasiões especiais. Não acredite em tudo que você ouve. Não deseje tudo o que vê. Não faça tudo o que puder. Não proclame tudo o que conhece, mas apenas o que deve ser proclamado. O que você não conhece, não afirme, nem negue; O melhor de tudo – pergunte; Então você será discreto. Seja temperado. Não faça comida sem fome. Sem sede não beba, e isso só em pequenas quantidades quando necessário. A intemperança gera doença, a doença traz a morte. Os abstêmios vivem saudáveis ​​e em contínuo bem-estar.

Seja manso, não arrogante – mantendo-s mais em silêncio do que a capacidade de falar; Quando alguém fala – fique quieto; Quando alguém está se dirigindo a você – preste atenção; Quando alguém está transmitindo ordens para você – preencha-os e não se vanglorie; Não seja obstinado, nem querido nem vaidoso. Para todos seja afável – não seja adulador; Seja justo; Não deseje nada pertencente a outros; Não roube – mas em tudo o que você possa precisar, procure-o através do seu trabalho; Na pobreza – peça ajuda; Quando é dado – aceite e agradeça; Tudo o que você pode ter emprestado – retorne; Tudo o que você prometeu – cumpra.”

Seja corajoso, sempre disposto a trabalhar. Deixe toda ociosidade e preguiça. Se você deseja iniciar algum projeto – calibre bem sua força com antecedência, então, prossiga sem soltar. Na adversidade – não perca a esperança; Na prosperidade – não se deteriore moralmente. Mantenha a piedade em alta. Tenha uma observação cuidadosa das diferentes ocorrências na vida de inconstância, infortúnio e tristeza. Seja benevolente e gracioso. Dá ao que pedem de ti – se tiveres; Ajude os pobres – você pode. Se alguém te machucar – perdoe-o; Se você machucou alguém – reconcilie-se com ele. É muito louvável abster-se de manter rancores. Perdoe o pecador – adira ao reconciliador. Se você amar seu próximo – você será amado por todas as pessoas. Seja também obediente aos anciãos, companheiro de iguais e cortês aos subordinados. Cumprimente aqueles a quem você conhece – retorne a saudação daqueles que o saúdam. Para o investigador – dê uma resposta; Aos ignorantes, – dê conselhos, à tristeza – dê conforto. Não inveje ninguém. Deseje o bem a todos.

Sirva a todos e todos – tanto quanto você é capaz. Com suas boas ações, você deve agradar todas as pessoas. Seus amigos te amam – e seus inimigos não poderão te odiar. Sempre fale a verdade – Nunca minta. Observe tudo isso – e a boa sorte sempre será sua sorte. Glória a Deus.

The Brilliant Jam Factory

Entre as muitas empresas das comunidades Doukhobor da Comunidade Cristã da Irmandade Universal, sob a liderança de Peter Lordly Verigin, a mais lembrada é a fábrica de conservas Kootenay-Columbia.

Que foi destruída por homens sem índole. Muitas coisas criadas por esse povo maravilhoso e lutador foram destruídas criminosamente. Mas eles nunca desistiram, nunca usaram a violência como resistência.

USCC Doukhobors Web Banner

Leo Tolstoy: não usar a violência como resistência.

Leo Tolstoy (Lev Nikolaevich Tolstoy) nasceu em Yasnaya Polyana, propriedade da família próximo da cidade de Tula, Russia, que ficava a 200km  de Moscou. Fundou a escola Yasnaya Polyana, em sua propriedade (vídeo no final deste post). Na primavera de 1861, Tolstoi voltou para Yasnaya Polyana e retomou seus esforços para promover o crescimento de sua escola:

  • a educação não pode e não deve ser obrigatória, mas deve crescer organicamente dentro da experiência de vida das próprias pessoas.
  • O método de instrução mais conveniente para o professor é menos conveniente para os alunos. O único caminho certo de ensino é o que é satisfatório para os alunos.
  • Não temos iniciantes … como qualquer organismo vivo, a escola não só varia com cada ano, dia e hora, mas também está sujeita a crises temporárias …
  • Ao oferecer aos alunos apenas um número mínimo de idéias, eles poderiam continuar em seu próprio caminho literário. Este método não obrigatório de ensino de escrita levou a várias coisas: os meninos não só completaram a tarefa, mas também expressaram um profundo interesse no processo de redação.

Seus clássicos devem ser lidos obrigatoriamente :War and Peace (1869) and Anna Karenina (1877). Existem filmes sobre os 2 livros.

Fez um tratado para a não violência, a não resistência do ensinamento cristão. Influenciou diretamente Mahatma Gandhi com essas idéias, que constavam de seu importante livro The Kingdom of God Is Within You – O Reino de Deus está em vós.

Cabe dizer que este livro esteve proibido por muito tempo. Em 1908, Tolstoi escreveu uma carta a um hindu, descrevendo sua crença na não violência como meio para que a Índia ganhasse a independência do domínio colonial britânico. Em 1909, uma cópia da carta foi lida por Gandhi, que trabalhava como advogado na África do Sul na época e apenas se tornando um ativista. A carta de Tolstoi foi significante para Gandhi, que escreveu para Tolstoi buscando provas de que ele era o verdadeiro autor, levando a uma maior correspondência entre eles. Ler o livro o Reino de Deus está dentro de vós, de Tolstoi, também convenceu Gandhi a evitar a violência e defender a resistência não-violenta, uma dívida que Gandhi reconheceu em sua autobiografia, chamando Tolstoi de “o maior apóstolo da não-violência que a era presente produziu”. A correspondência entre Tolstoi e Gandhi só duraria um ano, de outubro de 1909 até a morte de Tolstoi em novembro de 1910. Além da resistência sem violência, os dois compartilharam uma crença comum nos méritos do vegetarianismo, assunto de vários ensaios de Tolstoi.

Tolstoi também se tornou um grande defensor do movimento esperanto. Tolstoi ficou impressionado com as crenças pacifistas dos Doukhobors e levou a perseguição à atenção da comunidade internacional, depois que eles queimaram suas armas em protesto pacífico em 1895. Ele ajudou os Doukhobors a migrar para o Canadá. Em 1904, durante a Guerra Russo-Japonesa, Tolstoi condenou a guerra e escreveu ao sacerdote budista japonês Soyen Shaku numa tentativa fracassada de fazer uma declaração pacífica conjunta.

Onde viveu:

E tem um filme que tenta retratar o final da vida de Tolstoy:

33º Weifang Festival International de pipas em 2016

Para você se programar e participar daquele que é considerado o maior festival de pipas do planeta: 33º Weifang International Kite Festival em 2016 (chinês: 潍坊 国际 风筝 节), um festival anual a ser realizado entre 20 abril – 25 abril de 2016 em Weifang, na República Popular da China.

Weifang, Shandong, China é conhecida como a capital do papagaio do mundo. Muitos consideram Weifang como o local de nascimento de pipas. Kites na China tem 2400 anos de história. Todos os anos na primavera as pessoas na cidade empinam pipas como uma atividade de lazer ao ar livre.

Em 01 de abril de 1984, com a ajuda e apoio do Presidente do Kite Association Seattle, David Checkley, aconteceu o primeiro Festival Internacional de Kite em Weifang. Em 1988 o presidium do Weifang Kite Festival Internacional aprovou por unanimidade a proposta de definir Weifang como a “Kite Capital”. No ano seguinte, durante o VI Festival de Papagaios, a Federação Internacional de Kite foi fundada por representantes de China, EUA, Japão, Reino Unido, Itália, e outros doze países, e a sede também foi definida como sendo em Weifang. Durante o Festival ocorrem apresentações noturnas também com apresentação de famosos cantores chineses..

Em 2015 foi exibida a maior pipa já feita pesando 500kg e 500 metros de comprimento:

Veja a beleza do Washington State International Kite Festival in Long Beach, EUA, postado no You Tube por Tran Uyên (fundo musical perfeito):

Como acabar com a violência e drogas – todos nas ruas e bandidos nos seus lugares

Resgatamos  de Castro Alves que já dizia (reduzi o poema para deixar mais atual e mais visual):

O Povo ao Poder

Quando nas praças se eleva  – Do Povo a sublime voz…
Um raio ilumina a treva
A praça! A praça é do povo  – Como o céu é do condor
É o antro onde a liberdade  – Cria águias em seu calor!
Senhor!… pois quereis a praça? – Desgraçada a populaça
Só tem a rua seu…
Ninguém vos rouba os castelos
Deixai-nos soltar um grito – A palavra! Vós roubais-la
Aos lábios da multidão
Pois bem! Nós que caminhamos – Do futuro para a luz,
Que do presente no escuro  – Só temos fé no futuro,
Erguei as frontes altivas, Bebei torrentes de luz…
Ai! Soberba populaça,
Lançai um protesto, ó povo,  – Protesto que o mundo novo
Manda aos tronos e às nações.

E voltamos para o Blog e pergunto:

  • você sai nas ruas em Paz;
  • para seu carro e com certeza o encontrará na volta?
  • vai no Banco e precisa sacar uma grana, sai tranquilo da Agência?
  • passa num bairro isolado sem querer – e vai sair de lá vivo?
  • você está seguro em algum lugar?

Minha gente estamos sitiados em nossas casas. Temos que fazer o que disse Castro Alves e ir para as ruas, temos que tomar conta das ruas, não para protestar contra governos (que são sempre iguais), mas sim para ter dignidade e Paz. Os bandidos é que tem que sair das ruas. Chega! Chega!

Não podemos ter medo, as crianças já nascem com super proteção devido o medo dos Pais. Colocam os filhos para estudar em Colégios altamente vigiados e com seguranças para todo lado. Todos vão morar em Condomínios fechados e apartamentos com medo de ficar numa casa em plena rua. E quem não pode? Vive como?

Uma solução é ir caminhar nos parques, lotar as ruas de pessoas caminhando. Ninguém irá nos ajudar. Levar as crianças para caminhar, levar as crianças para a escola caminhando quando for possível, ajudar pessoas mais idosas nos bancos e outros lugares até acompanhando-os na saída do banco.

Como diz Caetano, a Praça Castro Alves é do povo! A praça é do povo. E as forças militares – guarda civil, policia militar, exército tem que tomar as ruas e dar proteção para a população. Não precisamos de um número enorme de deputados e sim um ou 2 por cidade muito bem escolhidos, cidades muito pequenas seriam atendidas por eleitos de cidades maiores próximas, cidades como São Paulo teria um por zona – norte, sul, leste, oeste. A grana que sobraria iria para a segurança com os gastos decididos pela população, participação da população no gerenciamento da Polícia e Exército. Os cidadão decidiriam onde a Polícia deveria atuar, regiões, etc.

Vamos para a rua sem medo. Como é bonito ver o Parque do Ibirapuera, Horto, do Carmo, da Independência, Vilas Lobos em São Paulo lotados nos finais de semana.

O Parque do Taquaral em Campinas no último domingo estava bem protegido e com muitas pessoas:

c1

c3

c2

e uma água de coco especial:

c4

 

Vê como um fogo brando funde um ferro duro
Vê como o asfalto é teu jardim se você crê
Que há sol nascente avermelhando o céu escuro
Chamando os homens pro seu tempo de viver

E que as crianças cantem livres sobre os muros

 

Como acabar com a violência e drogas – atividades para os jovens a partir da escola

Vamos fazer um paralelo entre uma escola e um comércio. Quem é o principal elemento num comércio, loja, etc: o cliente. Em uma escola quem é o cliente: os alunos. Simples demais, ai está o problema com a juventude. Não precisamos num primeiro e até segundo momentos criar uma escola moderna e atual que não segue métodos, etc. conforme vimos no post anterior. Simplesmente precisamos fazer o que é correto na escola.

A escala do poder atual numa escola: Governo federal (MEC) – governo estadual – governo municipal – delegacias de ensino (ou algo similar) – diretores de escolas – professores – alunos.

è preciso inverter: alunos – professores – diretores – delegado de ensino – governos – MEC.

Claro que dirão, você ficou louco. Sim, fiquei louco para tentar ajudar as crianças e jovens que ficam sem o que fazer e sem responsabilidades, fazendo lições repetitivas e estudando para provas. E seguindo rotinas repetitivas e pré-estabelecidas.

ALUNOS – CRIANÇAS – JOVENS

Eles precisam de responsabilidades e participação mais efetiva no dia a dia da escola e nos caminhos do ensinamento em si. E não precisam de participar de comissões somente para ouvir. Eles seriam ouvidos. Nada de reuniões falando sobre os alunos sem a presença deles. Seria importante detalhar como colocar em prática. Vejam, que os alunos começariam a ter importância na sua própria escola. Isso que falta hoje em dia, os pais trabalham fora e já não tem tempo para orientar seus filhos e às vezes podem estar desajustados na sociedade, mas na escola o filho encontraria guarida.

É importante mesmo inserir os jovens na sociedade. Os alunos teriam um desafio de mostrar sua escola, deixá-la sempre em ordem para que possam ser visitadas. Aqui tem um ponto que já falei, as pessoas apoiarem o trabalho. As crianças a parir da escola poderiam auxiliar no estado geral do Bairro onde residem, levantando idéias e participando da limpeza, sistema de lixo, orientação para as pessoas se cuidarem. Eventos onde a população seria convidada para assistir teatro feito pelos alunos. Peças teatrais para o público vir assistir.

Sim, podemos pensar que é muito trabalho, claro que é trabalhoso se tudo for feito pelos professores – mas ao contrário tem a força da coletividade de alunos. Na manutenção da escola eles participariam com alegria definindo até as cores. Empresários próximos da Escola seriam convidados a dar palestra e auxiliar financeiramente com uma lata de tinta, um pacote de papel para editar livro de poesias feitas pelos alunos. Impressão de mensagens para serem distribuídas pelo bairro. Artistas e cantores do bairro ou que lá nasceram poderiam aparecer (sem cobrar) e orientar passar seu exemplo, cantar uma musica, participar de uma peça junto aos alunos.

Construção de um livro a partir de um tema de interesse e atual. Com efetiva impressão. Vai longe se trabalharmos no resgate dos jovens que ficam sem o que fazer e com falta de objetivo, se perdendo em drogas e no sexo fútil tão divulgado em filmes, TV e Internet, etc.

Aprender a auxiliar jovens e pessoas com problemas físicos.

Basta querer minha gente.

Lembro desta musica que foi um chamado e teve seu tempo mas é sempre atual: canta comigo irmão brasileiro, jovem brasileiro, libera tua esperança por dias melhores com oportunidade para todos. A revolução social começa na escola e tem que partir de nós, da população. E isso vale atualmente novamente para toda a América, e como o mundo dá voltas e volta sempre no mesmo ponto. E a solução não é a revolução em sí com armas – esse tempo já passou, mas a revolução interior de cada um de nós:

Todas las voces, todas
Todas las manos, todas
Toda la sangre puede e
Ser canción en el viento.

¡Canta conmigo, canta
Hermano americano
Libera tu esperanza
Con un grito en la voz!

Como acabar com a violência e drogas – a Educação Física nas Escolas

1d

Tudo evolui no Universo, em constante expansão, e nós devemos estar abertos a essas influências. Cada dia é um novo dia, um novo tempo, uma nova ordem. Precisamos absorver essas radiações renovadoras e auxiliar a outrem. O que importa é o momento atual. Nós professores deveríamos ir aos alunos ligados nessa corrente renovadora que chega a todos nós.

E a violência e as drogas que estão por toda a parte, como acabar com sua influências nos jovens? O segundo ponto que considero fundamental para isso (após as fanfarras do post anterior) é analisarmos a importância da matéria Educação Física nas Escolas. Vou reiterar que o principal professor de uma escola é justamente o Professor de Educação Física.

Em 1893 Thomas Wood disse “o grande pensamento da Educação Física não é a educação da natureza física, mas a relação do treinamento físico como complemento da educação, e depois sim, o exercício (esforço) para preparar o físico como parte do desenvolvimento para a vida do indivíduo”.

Lemos na Internet algumas frases sobre a Educação Física:

  • os professores de Educação Física são também professores de saúde;
  • a própria lei brasileira para a educação diz que a escola tem participação ou responsabilidade no processo de formação da vida familiar, na convivência humana, movimentos sociais;
  • os alunos (e não tem idade delimitada – de 0 a 100 anos) devem ser orientados sobre a importância do corpo físico e todas as suas linhas de força e os efeitos danosos das drogas;
  • devem ensinar sobre os efeitos benéficos do exercício para o corpo;
  • apresentar os limites e dimensão da atividades física e habilidades motoras.
  • fornecer informações técnicas sobre o problema do uso de produtos químicos para melhorar o desempenho;
  • forma seguras para se construir a musculação por meio de alimentação natural e exercícios;
  • o conceito de atividade física é também cultural e de acordo com necessidades da comunidade (sobrevivência, saúde, socialização, esportes em geral e o lazer mesmo – com sua importância;
  • nos dias atuais a educação física nas escolas deve seguir as necessidades e culturas das comunidades ao seu redor;
  • dar ao aluno a certeza de que a pratica da educação física faz parte do conjunto de conhecimentos que adquire na escola;
  • lembrar o lado holístico tão comentado atualmente: conhecimento, mentalidade e desenvolvimento físico visando a qualidade de vida.

No projeto Âncora na cidade de Cotia, São Paulo, (apoio do Prof. José Pacheco): “as competências e habilidades que as crianças dessa escola adquirem vão além das obrigatórias, cumprimos com as obrigatórias e outras mais, principalmente as de valores humanos como solidariedade, honestidade, afetividade, respeito e responsabilidade. Além de escola o Projeto Âncora também tem foco na assistência social e desenvolve atividades na área de artes, cultura, esportes e lazer”.

Léo Tolstoy disse: “Todos pensam em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo”.

Leo Tolstoy (autor de Guerra e Paz, Anna Karenina, etc.) no Livro O reino de Deus está em vós: “a doutrina da não-resistência ao mal com a violência tem sido ensinada pela minoria dos homens desde a origem do cristianismo”. E serviu de inspiração para Gandhi. Dizia Tolstói: “a qualidade própria do governo é comandar e não obedecer, e nunca abandonará o poder voluntariamente. E como o poder é garantido pelo exército, ele nunca renunciará ao exército e a sua razão de ser – a guerra”.

E Tolstoy tinha sua escola e era estudioso da vida e sistema de ensino nas suas escolas:

  • na educação os principais itens são a igualdade e liberdade;
  • na suas escolas estudavam não só meninos e meninas, mas adultos também;
  • rebelião total contra qualquer regulamentação  (leis do governo) e a rígida disciplina imposta nas escolas.

E para concluir este Post lembramos a todos os Professores de Educação Física que infelizmente nunca terão em salário reconhecido frente sua importância dentro de uma Escola. É um chamado mesmo, contamos com você para que o combate à violência e drogas seja vencedor em nosso País.

Professores, sua importância é grande demais e não sei se as Universidades contemplam esta importância, se mesmo os professores universitários estão preocupados com o social, os seres humanos que poderão ser apoiados e cuidados. Normalmente cada um, como os médicos, querem cuidar só da sua área, por exemplo músculos da perna ou só basquete e suas regras, táticas vencedoras, sei la. Os Governos não se importam com a educação infelizmente. Procuram fórmulas grandiosas e miraculosas para resolver o problema social, a influência das drogas e bebidas, a violência descomunal que graça em nosso Pais. A bandidagem dando as cartas. e os governos com suas milicias estudando táticas de guerra para o combate ao tráfico, etc. Vejam, ele está aqui do lado, até na própria família, na casa ao lado, no bairro, na cidade… Mas podemos parar com isso.

Vamos lá, lembrando que é importante o trabalho em comunidade, o trabalho na região onde está localizada a escola, trazer a população das imediações para a escola, como?

  • tratar todos os alunos como iguais, também incluir os que tem problemas físicos e mentais. Um aluno que tem algum problema não pode ser isolado – criar atividades que contemplem todos;
  • trazer para a escola os empresários de sucesso e com vida voltada a pratica esportiva para participar de algumas aulas;
  • projetar caminhadas com as famílias dos alunos e da região;
  • convidar pais e mães (avós, avôs) para participarem das atividades físicas até mesmo com os alunos, inserir a comunidade na escola;
  • por mais que a escola tenha paredes e muros altos a entrada deve ser facilitada para todos;
  • palestras sobre a importância da atividade física, importância da comunidades estar unida;
  • reuniões com jovens e adultos que já foram drogados e se recuperaram;
  • criar atividades externas com a comunidade para que a população tome as ruas e não os bandidos e traficantes;
  • quebrar grupinhos de alunos que é um problema sério nas escolas e fora – aulas de dança, peças de teatro envolvendo brincadeiras de roda;
  • jogo comunitário entre todos, onde o que vale é a diversão;
  • orientar as alunas e alunos sobre a banalidade que virou a vida sexual dos adolescentes, a importância das meninas imporem respeito, que os meninos tenham respeito pelas meninas, cuidar para que os valores éticos sejam balizadores – neste caso podem se usar técnicas de danças;
  • não inserir o espírito simplesmente competitivo e separador das pessoas – todos são iguais (lembre que em países mais evoluídos como a Holanda não existe diferença grande entre o salário de um Engenheiro e um lixeiro);
  • valores e atitudes do professor, ele tem que estar alinhado com o mundo atual (incluída a espiritualidade) e levar essa abertura e liberdade ética para sua vida social.

‘’A escola que sempre sonhei, sem imaginar que pudesse existir’’. (Rubem Alves)

José Pacheco dedica sua vida a labutar pela melhoria do ensino em nosso País. Por uma escola sem paredes, união entre os alunos evitando o primeiro caminho para a marginalidade que é a exclusão social: