London Electric Vehicle Company

the new electric London black cab

O fabricante do tradicional e gracioso táxi preto de Londres revelou o novo design do carro elétrico, que rodará nas ruas da capital da capital da Inglaterra a partir de novembro e que espera vender para outras cidades tomadas pela poluição, em todo o mundo.

Conhecida como London Taxi Company desde 1948, a empresa já se prepara com  o nome London Electric Vehicle Company (LEVC) para exportar o novo modelo.

Chris Gubbey, o presidente-executivo da empresa, que foi comprada pelo gigante automotivo chinês Geely em 2013, disse que espera que os modelos diesel mais antigos sejam confrontados com a política reguladora do setor, preocupados com a qualidade do ar.

“Eles [táxis diesel] desaparecerão, este é o caminho a seguir. [Mas] isso não será tão imediato quanto as pessoas pensam “, disse ele.

Gubbey espera ter até 150 dos táxis de TX nas ruas da capital até o final do ano, depois que as primeiras entregas começarem em novembro.

Ssegundo as regras do Transporte para Londres (TfL), todos os novos carros pretos  – a partir de 1 de janeiro de 2018 precisarão ser elétricos ou capazes de produzir zero emissões. Combinado com um limite de idade para os táxis de 15 anos, isso significa que os últimos diesel deveriam desaparecer de Londres até 2032.

The cabbie’s command console

Fórum Brasil de Gestão Ambiental, em Campinas, SP

A convite de uma amigo estive hoje assistindo o Fórum Brasil de Gestão Ambiental, no Centro de Convenções do Shopping D. Pedro.

Jpeg

Ocorreram várias palestras e fóruns, além de exposição por parte de algumas empresas da área do meio ambiente.

Assisti o “Seminário de Arborização Urbana”.

O conhecimento técnico dos palestrantes coloriu as apresentações e os fóruns a cada 3 apresentações.

Ficou evidenciada a necessidade de conscientização dos próprios Prefeitos e vereadores das cidades, acabar com aquela, como disseram, de o Prefeito querer de repente plantar 1000 árvores, seria melhor plantar 1 , mas com todo estudo e cuidado necessário.

As técnicas usadas para verificar, uma a uma, as árvores das cidade e parques. Imagine, uma árvore cair e atingir crianças num parque. Já temos vários casos de árvores que caíram sobre carros. Numa palestra de Engenheira da Cemig, ficou constatado o cuidado necessário no trato das árvores. Acabou aquela dos terceirizados das concessionárias de energia ficar cortando galhos sem um estudo preliminar de cada árvore.

Podemos colaborar, sim, é uma necessidade.

O planejamento na construção de casas, bairros, cidades (se for o caso) e parques das cidades e nacionais.

Se depender dos técnicos que ministraram as Palestras e muitos que assistiram, as árvores estão em boas mãos.

Ideias de criação de brigadas de arborismo, a necessidade de ter cuidados com as áreas pobres das cidades e não só cuidar dos bairros que tenham mais glamour.

O mediador dos fóruns (do nordeste) lembrou muito bem que as árvores são vivas, podemos conversar com elas, abraçá-las e elas ficarão felizes e farão o possível para também ficarmos felizes.

E se falou de eritrina, cassia, luhea, pau formiga, angelim doce, paineira branca, parque inhotim, parque buenos aires, tomografia das árvores, inventário arbóreo, slack line,  isa strategic urbanismo forest, geotecnologias, drones, município verde e azul, silvicultura, ipê amarelo, rosa, parque da vila guilherme, Esalq de Piracicaba, cidade de Niterói..

Excelente trabalho. Valeu a pena ir, pena que não foi possível assistir todas as palestras nos 3 dias do evento.

Você vai plantar uma árvore? Consulte um engenheiro agrônomo e peça auxílio. Planeje para depois não se arrepender.

Cowspiracy : o segredo da sustentabilidade

COWSPIRACY: the sustainability secret

Quando vejo o tamanho do problema em que se encontra nosso planeta Terra, onde em pleno século XXI pessoas passam fome e necessidades, homens e mulheres precisam participar de guerras e lutas armadas a mando de governantes ligados a grupos poderosos. Poderosos entre aspas.

A pobre das Nações Unidas, que chegou a ser comandada por um sueco chamado Dag – que até tentou fazer alguma coisa em benefício das pessoas, tem como meta eliminar a fome do mundo até 2030.

E vejo nosso Brasil patinando e quem sofre é a população de renda mais baixa. Ainda defendo que uma mudança radical na educação, um novo sistema de ensino nas Escolas, simples e sem complicação seja a única solução.

Como dizia Wilhelm Reich em um de seus livros, o sistema num todo e o educacional incluído, deveria preservar a essência de cada ser que nasce.

O que podemos fazer?

Como uma pessoa em situação precária pode pensar em mudar dieta. Bem, é interessante assistir no Netflix o filme COWSPIRACY que tem como produtor Leonardo DiCaprio. O documentário feito por Kip Andersen e Keegan Kuhn.

A gestão da água é outra necessária mudança de comportamento, que poderia vir dos bancos escolares.

A proposta é que cada um de nós faça a sua parte.

Assista o filme no Netflix com legendas em portugues., clique aqui.

Abaixo o trailer em inglês:

Veículos elétricos – o futuro logo ai.

A Toyota decidiu colocar no Prius placas solares no teto (não poderá ser vendido nos EUA e Brasil – devido a fragilidade das placas) juntamente com bateria de maior capacidade ampliando sua autonomia elétrica para 35 km.  Apesar dessa melhoria, ainda é pequena frente ao desejo de muitos clientes potenciais.

As células fotovoltaicas capturam a luz solar e recarregam de maneira continua o sistema, atuando em apoio as baterias,  Fora a autonomia aumentada em 10%, as baterias terão uma utilização extra (conectada com o sistema elétrico do carro) alimentando o sistema de ar-condicionado, as luzes interiores, os vidros elétricos e as tomadas de 12 volts. A Toyota estuda ampliar essas aplicações no menor prazo possível.

O grupo PSA (Peugeot, Citroën y DS), acredito que depois que a Nissan (participação da Renault) comprou a Mitsubishi, estará partindo para outra opção em termos de elétricos, e no futuro substituirá os pequenos derivados da Mitsubishi por (a partir de 2019) elétricos que utilizarão a plataforma CMP dos sócios chineses da Donfeng – carro pequeno como os atuais 208 e 2008.

Abaixo Citroen com tecnologia Mitsubishi:

010811ngc-citroen-c-zero-2011

Já inaugurado primeiro carregador rápido para carros Tesla no México, Primeiro da América Latina ((em Cuernavaca (Morelos, México) entre Acapulco e Cidade do México)):

Momento en que se inaugura el cargador rápido de Tesla en Cuernavaca.

Energia alternativa

Em 2014 a Honda inaugurou no litoral norte do Rio Grande do Sul seu primeiro parque eólico no mundo, com capacidade para fornecimento de 95 mil MW de energia elétrica ao ano, o equivalente ao consumo de uma cidade de aproximadamente 35 mil habitantes.

Localizado na cidade de Xangri-lá, o complexo de nove turbinas teve investimento de R$ 100 milhões num projeto de autogeração que suprr toda a demanda energética da fábrica da Honda em Sumaré, no interior de São Paulo.

A energia produzida em Xangri-lá foi inserida no Sistema Interligado Nacional (SIN), e a Honda utiliza a quantidade equivalente em Sumaré.

É uma alternativa muito interessante para nosso País. É uma notícia antiga e penso que se os países com natureza condizente a este tipo de captação de energia não seria muito mais em conta que as caras e perigosas usinas nucleares. Angra não poderia ter este tipo de captação? E sem tantos problemas?

Uma bateria mais poderosa e duradoura? Sim, nanoFlowcell®

É possível desenvolver uma infra-estrutura adequada para a estação de abastecimento nanoFlowcell®?

Essa pergunta está no site da nanoFlowcell® e eles respondem: “Sim.

Quando? “Muito rapidamente, porque as estações de abastecimento existentes podem ser facilmente atualizadas. Além disso, é concebível instalar sistemas de abastecimento individuais em casa ou em outros pontos de conveniência. Com um alcance de 1.000 quilômetros e aplicativos de localização contemporâneas, a próxima estação eletrolítica pode ser facilmente alcançada. ”

Objetivo da nova fábrica que estarão construindo em 2016: pesquisa, desenvolvimento e aperfeiçoamento da tecnologia de célula de fluxo e ensaio de novas aplicações para a nanoFlowcell®, para colocá-lo em termos muito simples – gerar eletricidade por meio de um processo químico.

1a 1b

Será o eletrólito combustível (eletroquímica) ser atraente em termos de custos para os consumidores e os prestadores? “Sim, porque abastecer do líquido iônico já é possível hoje. E porque a produção de líquido iônico pode ser facilmente implementada com conhecimentos de engenharia existentes. Os líquidos iônicos são não tóxicos nem inflamaveis – com grandes vantagens na produção em massa, logística e armazenamento e não há necessidade de protocolos de segurança de alto nível. ”

Os planos da nanoFlowcell AG para 2016 incluem a construção de um centro de pesquisa e desenvolvimento state-of-the-art com o nome “QUANT City” em Tenero, no estado suíço de Ticino. Sobre uma área de 25.000 metros quadrados, as atividades na Cidade QUANT serão em busca do aperfeiçoamento dessa tecnologia.

Integrated device Wireless da Delphi charging system

Sem título

Carregadores sem fio para celulares e tablets da Delphi no seu carro

A nova linha de carregadores sem fio – linha DDC – ativa automaticamente o carregamento dos devices (dispositivos): celulares, smartphones e tablets. A partir do momento em que esses devices entram no raio de alcance do charging system o carregamento da bateria tem inicio. Os ocupantes não precisam tirar seus devices do bolso ou bolsa. O avanço tecnológico do carregador da Delphi elimina a necessidade das conexões usuais, ou seja: cabos, tomadas e adaptadores.

A solução de carregadores wi-fi da Delphi realiza uma transferência de baixo consumo de energia, com campo magnético não-radiativo de transferência de energia e exibe seus certificados:

  • requisitos de segurança da Comissão International de proteção contra radiação não ionizante (Commission of Non-Ionizing Radiation Protection (ICNIRP);
  • aprovado pelo Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE);
  • pela Federal Communications Commission (FCC);

Ainda segundo a Delphi, a alta eficiência e o processo simples e seguro pode carregar completamente um dispositivo, estendendo a vida útil da bateria, por mantê-lo sempre com alto nível de energia. Para oferecer esta solução a Delphi tem trabalhado em estreita colaboração com um fornecedor de tecnologia de transferência de energia sem fio no desenvolver deste sistema de carregamento, que utiliza um campo magnético de uma bobina de origem do veículo para transmitir energia para o dispositivo. A alta eficiência, sem emenda, é um processo fácil e seguro e pode carregar completamente um dispositivo a uma taxa comparável à maioria dos plug-in (carregadores residenciais).

O carregador tem capacidade similar à versão convencional com fio, utilizando um campo magnético para transmitir energia e permitindo que o motorista  mantenha a atenção voltada unicamente na direção do seu veículo. Exageraria dizendo que o sistema poderia recarregar os devices dos carros que pararem ao lado do seu num sinal.

Porsche E – finalmente um pareo eletrico para o Tesla

A Porsche do Grupo Volkswagen vem com proposta interessante com recarga de bateria em 15minutos, performance a autonomia de mais de 400km. Vem com 2 motores eléctricos e 600cv.