Projeto Âncora, um passo adiante, e de passo em passo…

A Cidade Âncora propõe o retorno à cidade autêntica, à reconciliação das pessoas com o espaço. Cidade na qual seja possível viver a fraternidade e a justiça.”

O Âncora é um projeto transformador que surge para tentar resolver um problema da sociedade, mas que não quer apenas resolver problemas pontuais e nem quer que a comunidade dependa dele para resolver seus problemas.

Surge com o nome de Cidade Âncora, conceito que ajuda a esclarecer um sentido mais profundo da filosofia e da identidade do Projeto Âncora. Como cidade o Âncora ganha a feição de uma experiência de vida comunitária, promovendo uma convivência ética entre seus membros, possibilitando uma experiência educativa de desenvolvimento da cidadania e infunde na “entidade” e no “projeto” um sentido comunitário mais profundo.

Reportagem de Alexandre Henderson que fez uma aula numa escola que não tem série, não tem sala de aula, não tem prova e todos os espaços dão uma oportunidade de aprendizado para os alunos. As aulas reúnem crianças de todas as idades que experimentam e compartilham o conhecimento. Vamos ver como eles aprendem Matemática?
http://g1.globo.com/como-sera/noticia/2017/07/hoje-e-dia-de-matematica-aprender-brincando.html

Krishnamurti: a dissolução da Ordem da Estrela no Oriente

A Ordem da Estrela no Oriente foi fundada em 1911 para proclamar o advento do Instrutor do Mundo. Krishnamurti fora nomeado o Dirigente da Ordem. Em 3 de agosto de 1929, dia da abertura do Acampamento Anual da Estrela, em Ommen, Holanda, Krishnamurti dissolveu a Ordem diante de 3.000 membros.

Considero este discurso do grande mestre Khrisnamurti um marco, mostrando aos pesquisadores espirituais da época que não podemos ficar presos no externo e sim, voltarmo-nos para o interior, o caminho dentro de nós mesmos.

Abaixo está o texto completo da palestra que ele deu naquela ocasião (informações colhidas da Fundação Krishnamurti):

“Vamos discutir nesta manhã a dissolução da Ordem da Estrela. Muitas pessoas ficarão encantadas, enquanto outras ficarão um tanto tristes. Não é uma questão nem para júbilo nem para tristeza, porque é inevitável, como eu vou explicar. “É possível que vocês se lembrem da história de como o diabo e um amigo dele estavam descendo a rua quando viram à sua frente um homem se agachar e pegar algo do chão, dar uma olhada e colocar no bolso. O amigo perguntou ao diabo: “Que foi que o homem pegou?” “Ele pegou um pedaço da verdade”, respondeu o diabo. “Isso é um negócio muito ruim pra você, então”, disse o amigo dele. “Oh, de modo algum”, retrucou o diabo, “Vou deixar que ele a organize”.

Eu afirmo que a Verdade é uma terra sem caminhos, e vocês não podem alcançá-la por nenhum caminho, qualquer que seja, por nenhuma religião, por nenhuma seita. Este é o meu ponto de vista, e eu o confirmo absoluta e incondicionalmente. A Verdade, sendo ilimitada, incondicionada, inacessível por qualquer caminho que seja, não pode ser organizada; nem pode qualquer organização ser constituída para conduzir ou coagir pessoas para qualquer senda particular. Se vocês logo compreendem isso, verão o quanto é impossível organizar uma crença. Uma crença é algo puramente individual, e vocês não podem e não devem organizá-la. Se o fizerem, ela se torna morta, cristalizada; torna-se um credo, uma seita, uma religião a ser imposta aos outros. Isto é o que todos estão tentando fazer mundo afora. A Verdade é restringida e usada como joguete por aqueles que são fracos, por aqueles que estão apenas momentaneamente desgostosos. A Verdade não pode ser rebaixada, mas, em vez disso, deve o indivíduo fazer esforço para ascender até ela. Vocês não podem trazer o topo da montanha para o vale. Se querem atingir o cume da montanha, vocês devem atravessar o vale e escalar as escarpas sem medo dos perigosos precipícios.

Portanto, esta é a primeira razão, do meu ponto de vista, pela qual a Ordem da Estrela deva ser dissolvida. Nada obstante, vocês provavelmente formarão novas Ordens, continuarão a pertencer a outras organizações em busca da Verdade. Eu não quero pertencer a nenhuma organização do gênero espiritual, por favor, compreendam isto. Eu faria uso de qualquer organização que me levasse a Londres, por exemplo; isso é um tipo bastante diferente de organização, meramente mecânica, como o correio e o telégrafo. Eu usaria um automóvel ou um vapor para viajar, esses são apenas mecanismos físicos, os quais nada têm a ver com espiritualidade. Novamente, eu sustento que nenhuma organização pode conduzir o homem à espiritualidade.

Se uma organização for criada com esse propósito, ela se transforma numa muleta, um ponto fraco, uma dependência, incapacita o indivíduo, e impede-o de crescer, de estabelecer sua singularidade, que reside na descoberta que ele deve fazer – por si mesmo – daquela Verdade absoluta, não condicionada. Esta é, portanto, outra razão pela qual eu decidi, uma vez que aconteceu de ser eu o Dirigente da Ordem da Estrela, dissolvê-la. Ninguém persuadiu-me a tomar esta decisão. Isto não é nenhuma grande façanha, porque eu não quero seguidores, deixo isso claro. No momento em que vocês seguem alguém, deixam de seguir a Verdade. Não estou preocupado em saber se vocês prestam atenção ao que eu digo ou não. Eu quero fazer determinada coisa no mundo e eu vou fazê-la com resoluta concentração. Estou interessado somente numa coisa essencial: libertar o ser humano. Eu desejo libertá-lo de todas as prisões, de todos os temores, e não fundar religiões, novas seitas, nem estabelecer novas teorias e novas filosofias. Então vocês naturalmente me perguntam por que eu sigo mundo afora, falando continuamente. Eu lhes direi por que razão eu faço isso: não porque eu deseje seguidores, não porque eu queira um grupo especial de discípulos especiais. (Como os homens gostam de ser diferentes de seus semelhantes, por ridículas, absurdas e banais que suas distinções possam ser! Eu não quero encorajar esse disparate). Não tenho discípulos ou apóstolos, quer na terra quer no reino da espiritualidade. “Não é a sedução do dinheiro nem o desejo de viver uma vida confortável o que me atrai. Se eu quisesse uma vida confortável eu não teria vindo a um acampamento ou a viver num país úmido. Estou falando francamente porque quero isso estabelecido de uma vez por todas. Não quero essas discussões pueris ano após ano.

Um jornalista que me entrevistou considerou uma façanha o ato de dissolver uma organização na qual havia milhares e milhares de membros. Para ele isso foi um grande feito, porque ele disse: “O que você fará doravante, como você viverá? Você não terá nenhum séquito, as pessoas não mais o ouvirão”. Se houver apenas cinco pessoas que ouçam, que tenham suas faces voltadas para a eternidade, isso será suficiente. De que serve ter milhares de pessoas que não compreendem, que estão totalmente imersas em preconceito, que não querem o novo, mas que até mesmo traduziriam o novo para satisfazerem seus próprios eus estéreis e estagnados? Se eu falo de forma contundente, por favor, não me entendam mal, não é por falta de compaixão. Se vão um cirurgião para uma operação, não seria bondade da parte dele operar mesmo que lhes cause dor? Da mesma forma, se eu falo de maneira direta, não é por falta de afeto verdadeiro – pelo contrário.

Tal como disse, tenho um só propósito: tornar o homem livre, impulsioná-lo para liberdade, auxiliá-lo a romper com todas as limitações, por que somente isso lhe dará felicidade eterna, lhe dará a incondicionada realização do ser.

Porque eu sou livre, incondicionado, completo, não a parte – não a relativa mas a Verdade inteira que é eterna – eu desejo que aqueles que buscam compreender-me sejam livres: não que me sigam, não que façam de mim ma prisão que se transforme em religião, uma seita. Ao contrário, eles deveriam estar livres de todos os medos, do medo da religião, do medo da salvação, do medo da espiritualidade, do medo do amor, do medo da morte, do medo da própria vida. Assim como um artista pinta um quadro porque se deleita com essa pintura, porque ela é sua autoexpressão, sua glória, seu bem-estar, assim faço isso, e não porque eu queira algo de alguém. “Vocês estão acostumados com a autoridade, ou com a atmosfera de autoridade, a qual vocês acham que os conduzirá à espiritualidade. Vocês pensam e esperam que alguém possa, por meio de seus extraordinários poderes – um milagre – transportá-los a esse reino de eterna liberdade que é a Felicidade. Toda sua concepção de vida está baseada nessa autoridade.

Vocês têm-me ouvido por três anos, sem que qualquer mudança tenha ocorrido, exceto em uns poucos. Analisem agora o que eu estou dizendo, sejam críticos, de forma que vocês entendam radicalmente, fundamentalmente. Quando vocês procuram uma autoridade que os conduza à espiritualidade, vocês são automaticamente instados a construir uma organização em torno daquela autoridade. Pela simples criação de tal organização, a qual, vocês pensam, auxiliará essa autoridade a conduzi-los à espiritualidade, vocês estão encerrados numa prisão.

Se falo com franqueza, por favor, lembrem-se de que assim o faço não por aspereza, não por crueldade, não por entusiasmo do meu propósito, mas porque eu quero que vocês entendam o que eu estou dizendo. Esta é a razão porque vocês estão aqui, e seria uma perda de tempo se eu não explicasse claramente, decisivamente, meu ponto de vista. “Por dezoito anos vocês vêm-se preparando para este evento, para a Vinda do Instrutor do Mundo. Durante dezoito anos vocês se organizaram, procuraram alguém que desse um novo deleite para seus corações e mentes, que transformasse toda a sua vida, que lhes desse uma nova compreensão; por alguém que os alçasse a um novo plano de vida, que lhes desse um novo alento, que os libertasse – mas agora, vejam o que está acontecendo! Reconsiderem, ponderem consigo mesmos, e descubram de que maneira essa crença os tornou diferentes – não com a diferença superficial de usar de um crachá, que é banal, absurda. De que maneira tal crença lhes varreu da vida todas as coisas inessenciais? Essa é a única maneira de ponderar: de que modo vocês estão mais livres, mais nobres, mais perigosos para qualquer Sociedade que seja baseada no falso e no inessencial? De que maneira os membros desta organização da Estrela tornaram-se diferentes? Como eu disse, vocês vêm-se preparando para mim durante dezoito anos. Não me importa se vocês acreditam que eu sou o Instrutor do Mundo ou não. Isto tem muito pouca importância. Desde que vocês pertencem à organização da Ordem da Estrela, vocês têm dado seu apoio, sua energia, reconhecendo que Krishnamurti é o Instrutor do Mundo – parcial ou inteiramente: totalmente, por aqueles que estão realmente buscando, apenas parcialmente por aqueles que estão satisfeitos com suas próprias meias verdades.

Vocês vêm-se preparando por dezoito anos, e vejam quantas dificuldades há no processo de sua compreensão, quantas complicações, quantas coisas vulgares. Seus preconceitos, seus temores, suas autoridades, suas igrejas, novas e antigas, tudo isso, afirmo, são uma barreira para a compreensão. Não consigo fazer-me mais claro do que isso. Não quero que concordem comigo, não quero que me sigam, quero que entendam o que eu estou dizendo. “Essa compreensão é necessária porque sua crença não os transformou, mas apenas os complicou, e porque vocês não estão dispostos a enfrentar as coisas como elas são. Vocês querem ter seus próprios deuses, – novos deuses em vez dos antigos, novas religiões no lugar das antigas, novas fórmulas no lugar das antigas, todos igualmente sem valor, todos barreiras, todos limitações, todos muletas. No lugar de velhas preferências espirituais vocês têm novas preferências espirituais, em vez de antigas adorações vocês têm novas adorações. Todos vocês dependem, para sua espiritualidade, para sua felicidade, para sua iluminação, de outra pessoa; e nada obstante vocês estejam se preparando para mim por dezoito anos, quando eu digo que essas coisas são inúteis, quando eu digo que vocês devem jogá-las fora e olhar para dentro de vocês próprios para a iluminação, para a glória, para a purificação, e para a incorruptibilidade do ser, nenhum de vocês está disposto a fazê-lo. Pode haver uns poucos, mas muito, muito poucos. Então, por que se ter uma organização?

Por que ter pessoas falsas, hipócritas me seguindo, a personificação da Verdade? Por favor, lembrem-se de que não estou dizendo algo cruel ou indelicado, mas chegamos a uma situação em que vocês têm que enfrentar as coisas como elas são. Eu disse no ano passado que não transigiria. Muito poucos me ouviram, então. Este ano eu tornei isso absolutamente claro. Eu não sei como milhares de pessoas mundo afora – membros da Ordem – têm-se preparado para mim durante dezoito anos, e ainda agora não querem escutar incondicionalmente, inteiramente o que eu digo.

Tal como disse antes, meu propósito é tornar o ser humano incondicionalmente livre, daí eu reafirmo que a única espiritualidade é a incorruptibilidade do eu que é eterno, é a harmonia entre razão e amor. Esta é a absoluta, incondicionada Verdade que é a própria Vida. Quero, por isso, libertar o ser humano, exultante como o pássaro no céu claro, aliviado, independente, extático nessa liberdade. E eu, para quem vocês estão se preparando por dezoito anos, digo agora que vocês devem estar livres de todas essas coisas, livres de suas complicações, suas confusões. Para isto vocês precisam não possuir uma organização baseada em crença espiritual. Por que ter uma organização para cinco ou dez pessoas no mundo que compreendem, que estão batalhando, que puseram de lado todas as coisas banais? E para as pessoas frágeis não pode haver organização nenhuma que as ajude a encontrar a Verdade, porque a verdade está dentro de todos; ela não está longe nem perto; está eternamente aí.

Organizações não podem torná-los livres. Nenhum homem de fora pode torná-los livres; nem o pode o culto organizado, nem a imolação de vocês mesmos por uma causa os torna livres; nem enfileirando-se em uma organização, nem lançando-se em trabalhos, os torna livres. Vocês usam uma máquina de escrever para escrever cartas, mas vocês não a colocam em um altar e a adoram. Mas é isto que vocês estão fazendo quando as organizações tornam-se seu principal interesse.

“Quantos membros ela tem?” Esta é a primeira pergunta que me fazem os jornalistas. “Quantos seguidores você tem? Pelo número deles julgaremos se o que você diz é verdadeiro ou falso”. Não sei quantos eles são. Não estou preocupado com isso. Como disse, se houvesse mesmo um que se tenha tornado livre, isso seria suficiente.

De novo, vocês têm a ideia de que somente determinadas pessoas possuem a chave do Reino da Felicidade. Ninguém a possui. Ninguém tem a autoridade para possuir tal chave. Essa chave é seu próprio eu, e no desenvolvimento e na purificação e na incorruptibilidade desse eu particular está o Reino da Eternidade.

Então vocês verão como é absurda toda a estrutura que vocês construíram, procurando ajuda externa, dependendo de outros para o seu consolo, sua felicidade, para sua força. Estes somente podem ser encontrados dentro de vocês mesmos.

Vocês estão acostumados a que lhes digam o quanto vocês avançaram, qual é sua posição espiritual. Quanta infantilidade! Quem além de você mesmo pode dizer se você está bonito ou feio por dentro? Quem além de você mesmo pode dizer se você é incorruptível? Vocês não são sérios nessas coisas.

Mas aqueles que realmente desejam compreender, aqueles que estão tentando encontrar o que é eterno, sem começo e sem fim, caminharão juntos com uma intensidade maior, serão um perigo para tudo que não seja essencial, para fantasias, para obscuridades. E eles se concentrarão, eles se tornarão luz, porque compreendem. Tal união nós devemos criar, e este é o meu propósito. Por causa dessa real compreensão, haverá verdadeira solidariedade. Por causa dessa verdadeira solidariedade – que vocês não parecem conhecer – haverá verdadeira cooperação da parte de cada um. E isto não devido à autoridade, não por causa da salvação, não devido à imolação por uma causa, mas porque vocês realmente compreendem, e então são capazes de viver no eterno. Isso é uma coisa mais elevada que qualquer prazer, que qualquer sacrifício.

Essas são, portanto, algumas das razões porque, após cuidadosa consideração durante dois anos, eu tomei esta decisão. Não foi um impulso momentâneo. Não fui persuadido a isso por ninguém. Não me persuadem em tais coisas. Durante dois anos tenho pensado sobre isto, morosamente, cuidadosamente, pacientemente, e agora decidi dissolver a Ordem, uma vez que aconteceu ser eu seu Dirigente. Vocês podem formar outras organizações e esperar por outra pessoa. Não estou preocupado com isso, nem com a criação de novas prisões, novas ornamentações para esses cárceres. Meu único interesse é tornar o ser humano absolutamente, incondicionalmente livre.

E agora aquele momento interior muito importante

Devemos viver a vida, dançar nosso tango, cuidar da família e manter amigos. Porém, temos que aproveitar os breves momentos em que uma brecha se abre em nosso ser, e dar espaço para o essencial.

Não podemos desperdiçar os momentos de plena liberdade e nos conhecer, penetrar no mais profundo de nosso ser.

E lembro do que dizia Goethe sobre a musica de Bach:
«É como se a harmonia eterna conversasse consigo mesma, exatamente como deve ter acontecido no coração de Deus, um pouco antes da criação do mundo»

Sinta no trecho abaixo, dessa que é considerada a obra máxima já feita na música, perfeita em todos os detalhes. Bach era um compositor sério e queria transmitir sua música, exatamente como Deus o faria, para quem tivesse ouvidos para ouvir, soubesse ouvir, sentir no mais profundo do ser. Vai nessa.

Have mercy, God!

Despedida de Guardiola do Bayern, com homenagem

Muito interessante a despedida do técnico Guardiola do Bayern e também homenagem aos jogadores espanhóis do time. Um técnico que não conseguiu ganhar todos os títulos que o clube e torcida queriam, mas viram que foi um trabalho sério e que mudou o conceito do futebol no Pais. Futebol é Gol e os times de Guardiola são montados para fazer Gols, dar espetáculo. Isso faz com que muitos ainda apreciem assistir um jogo bem jogado e interessante. E tem os que se defendem e ganham na falha do outro.

O que importa é o aprendizado, de agradecer a quem trabalhou no seu clube, na sua empresa e vai embora para novos desafios.

E agora vai mudar o fechado futebol inglês. Isso Guardiola, sempre criando, novas fórmulas, sempre atacando. Parabéns. Sem medo de ser feliz.

Kinesiology – Cinesiologia – a cura pelo movimento

A cura pelo movimento.

 

A primeira cadeira de Kinesiology do mundo das Universidades surgiu em 1967 na Universidade de Waterloo, Canadá.

A cinesiologia centra-se nas ‘reações de stress não resolvidas’ e utiliza técnicas de modo a ajudar o processo natural de cura do corpo.

È a ciência que tem como objetivo a análise dos movimentos. De forma mais específica, estuda os movimentos do corpo humano. Os profissionais de educação física, reabilitação psicomotora, terapia ocupacional e fisioterapia estudam a cinesiologia para entender os músculos e ligamentos e como estes se movimentam.

A finalidade da cinesiologia é compreender as forças que atuam sobre um objeto ou sobre o corpo humano e manipular essas forças em procedimentos de tratamento, tais que o desempenho humano possa ser melhorado e que uma lesão adicional possa ser prevenida. Embora os humanos tenham sempre sido capazes de ver e sentir as suas posturas e movimentos, as forças que afetam os movimentos (gravidade, tensão muscular, resistência externa e atrito) nunca são vistas e raramente são sentidas. Conhecer onde essas forças atuam, em relação a posições e movimentos do corpo no espaço, é fundamental para a capacidade de produzir o movimento humano e modificá-lo.

Cinesioterapia – terapia do movimento (kínesis – movimento). De origem oriental, atualmente é a terapia mais utilizada, sendo importante por estar ligada a todas às outras formas de terapias físicas, como a Hidroterapia. É a designação dos processos terapêuticos que visam a reabilitação funcional através da realização de movimentos ativos e passivos. Tem como objetivo prevenir, eliminar ou diminuir os distúrbios do movimento e função.

Cinesioterapia respiratória – conjunto de métodos cinesioterapêuticos, que visam a recuperação da função respiratória, nomeadamente a melhoria da ventilação pela drenagem de secreções intrabrônquicas.

Cinesiologia significa também uma terapia complementar ou alternativa que utiliza a monitorização dos músculos (biofeedback) para observar possíveis causas de ‘desequilíbrios’ no corpo. Os cinesiologistas podem resolver questões de saúde e bem estar, incluindo o stress, distúrbios musculares, distúrbios nervosos, questões nutricionais, problemas emocionais, assim como dificuldades comportamentais e de aprendizagem.

 

A cinesiologia decorre da quiroprática e cinesiologia aplicada. É também baseada na antiga teoria da energia chi da antiga acupunctura chinesa. Ao contrário da cinesiologia aplicada, na qual a força dos músculos é testada, as formas de cinesiologia desenvolvidas recentemente utilizam a monitorização dos músculos como forma de biofeedback do sujeito.

O sistema nervoso humano existe de modo a se autorregular e adaptar à mudança. Quando não conseguimos adaptar de modo eficiente, os músculos irão refletir o stress no sistema central nervoso.

Este stress provoca padrões específicos musculares que os cinesiologistas poderão avaliar utilizando técnicas de monitorização dos músculos. A forma mais fácil de perceber como funciona este processo é pensar nos sinais entre o cérebro e o corpo como um circuito de reação. Enquanto o cérebro se adapta às mudanças nos sistemas musculares, os músculos enviam sinais para alertar o cérebro de que ocorreram mudanças.

A monitorização dos músculos poderá indicar uma grande variedade de causa possíveis de desequilíbrios no bem estar geral de uma pessoa.

A terapia cinesiológica pretende estimular a energia do corpo de modo a libertar potencial inexplorado. A cinesiologia utiliza uma abordagem de várias etapas como tratamento. Os praticantes procuram os desequilíbrios subtis mas inúmeros que se possam esconder por trás de problemas físicos, mentais e emocionais. Os cinesiologistas poderão ajudar a tratar uma série de problemas de saúde, incluindo:

  • Stress
  • Distúrbios musculares
  • Desequilíbrios nervosos
  • Deficiências nutricionais
  • Problemas emocionais
  • Dificuldades no comportamento e na aprendizagem.

Um praticante de cinesiologia começa por gravar a história relevante de uma pessoa (confidencialmente). A sessão tem inicio com a pessoa vestida e deitada confortavelmente, de barriga para cima, numa mesa de massagem. Cada sessão poderá incluir vários testes ou desafios executados em vários momentos dependendo da natureza do problema da pessoa.

Desafio físico – o praticante testa a integridade neuromuscular (biofeedback) pedindo à pessoa para posicionar um braço ou perna de uma certa maneira, e depois para se manter nessa posição enquanto o praticante exerce uma leve pressão contra o membro.

Desafio mental – o paciente pensa em determinadas coisas ou concentra-se nos seus sentimentos enquanto o praticante efetua um teste muscular específico. O teste poderá indicar um desequilíbrio energético ou stress que requer atenção. O cliente vê e experiencia em primeira mão todas as mudanças que forem efetuadas, especialmente quando confirmadas através do processo de monitorização muscular.

Algumas das técnicas disponíveis são:

  • Libertação emocional
  • Acupressão
  • Massagem linfática
  • Libertação muscular hipertónica
  • Atenção aos pontos de reflexo, gatilho, e corporais
  • Remédios, como os homeopáticos e essências de flores
  • Aconselhamento Nutricional.
  • A comprovação médica que suporte a cinesiologia é limitada

Muitas doenças do sistema nervoso podem afetar a força muscular. A cinesiologia é baseada num modelo energético de saúde (e não médico), e pouca investigação científica testou a filosofia subjacente e reivindicações de benefícios. No entanto, pessoas que se submeteram a sessões profissionais de cinesiologia testemunharam um alívio de stress com a cinesiologia e afirmaram sentir uma melhoria na qualidade da sua saúde.

Como?

Uma mobilização articular passiva provoca a emissão de mensagens de origem câpsulo-ligamentar que, tratadas no nível central, interagires. Essas mensagens podem desempenhar um papel facilitador, ou inibidor sobre a atividade de um músculo. Uma massagem, ou mais precisamente uma mobilização dos tecidos da planta do pé, ricos de receptores mecânicos, pode favorecer a ativação dos músculos dos membros inferiores.A própria fisioterapia pode estar intimamente ligada às técnicas ativas como o mostra particularmente a utilização cada vez mais difundida da eletroestimulação funcional, ou da massagem com auxilio de luvas eletrodas.

Neuroplasticidade – plasticidade adaptativa, juntamente com a prática em três níveis. Em nível de comportamento, desempenho (por exemplo, a taxa de sucesso, exatidão) melhorou após a prática. Em nível cortical, áreas de representação motora dos músculos que agem ampliadas.; conectividade funcional entre o córtex motor primário (M1) e a área motora suplementar (SMA) é reforçado. Em nivel neuronal, o número de dendrites e neurotransmissor aumentar com a prática.
Neuroplasticidade é também um princípio científico fundamental utilizado em cinesiologia para descrever como o movimento e as mudanças no cérebro estão relacionados. O cérebro humano se adapta e adquire novas habilidades motoras baseadas neste princípio, que inclui tanto as alterações cerebrais adaptativas e mal adaptativas.

Plasticidade adaptativa – evidência empírica recente indica que o impacto significativo da atividade física sobre a função cerebral; por exemplo, uma maior quantidade de atividade física estão associados com a função cognitiva melhorada em adultos mais velhos. Os efeitos da atividade física podem ser distribuídos por todo o cérebro, tais como maior densidade de massa cinzenta e integridade da substância branca após o treinamento de exercício, e / ou em áreas específicas do cérebro, tais como maior ativação no córtex pré-frontal e hipocampo. A neuroplasticidade é também o mecanismo subjacente de aquisição de habilidades. Por exemplo, após o treinamento de longo prazo, pianistas apresentaram maior densidade de matéria cinzenta no córtex sensório-motor e integridade da substância branca na cápsula interna em comparação aos não-músicos.

Considerando que o termo “fisioterapeuta” não é nem uma designação licenciada nem profissional nos Estados Unidos nem a maioria dos países (com exceção do Canadá), os indivíduos com formação nesta área pode ensinar educação física, prestação de serviços de consultoria, realizar pesquisas e desenvolver políticas relacionadas com a reabilitação, o desempenho do motor humano, ergonomia e segurança e saúde ocupacional. Na América do Norte, kinesiologist pode estudar para ganhar um Bachelor of Science, Master of Science, ou Doutorado de Filosofia em Cinesiologia ou de um grau de Bacharel em Cinesiologia, enquanto na Austrália ou na Nova Zelândia, são muitas vezes conferido uma ciência aplicada (Movimento Humano) grau (ou superior). Muitos professores nível de doutorado em programas de cinesiologia norte-americanos receberam a sua formação de doutorado em disciplinas relacionadas, como a neurociência, engenharia mecânica, psicologia e fisiologia.

Cinesioterapia

Informações retiradas da Wiki e Cinesioterapia.com.

RPG Souchard – Reeducação Postural Global

É muito importante termos qualidade de vida. Tendo qualidade de vida, você abre caminho para o Espiritual. O que entendemos por qualidade de vida?

Começa assim: corpo saudável – seja na alimentação, momento psicológico ideal e posicionamento corporal. É a base de tudo.

Por vezes um pequeno probleminha seja psicológico ou físico acarreta problemas corporais afetando a postura, e muitas vezes acompanhado de dor. E dai vem os relacionamentos, a alimentação saudável e viver em paz com a natureza.

O ser todo tem que estar equilibrado. Isso é saúde. As doenças resultam da falta de equilíbrio e postural do corpo e de ter alcançado o momento ou equilíbrio psicológico (alguém ai apanhou do Pai alguma vez? A mãe deu mais amor para o outro filho? Levou uma bronca daquelas de um professor? Teve desilusão com um parceiro ou parceira?).

O princípio do Corpo, alma e espirito.

Já falamos da Bioenergética de Lowen que trabalha para dissolver as tensões psicológicas (barreiras) e o RPG para o equilíbrio total do corpo. Um andar mais gracioso na postura ideal.

Reeducação Postural Global – RPG método de fisioterapia criado e desenvolvido pelo francês Philippe Emmanuel Souchard. Ele estudou muito a biomecânica por mais de 15 anos e criou o RPG.

RPG

O RPG consiste em ajustamentos na postura, para reequilibrar os segmentos do corpo humano, usando como base os músculos que tem o papel de firmar a postura. No tratamento o profissional identifica e seguindo Souchard e sua técnica RPG tem como base o alongamento dos músculos considerados responsáveis pela alteração postural.

O RPG é indicado para indivíduos de todas as idades para prevenir eventuais consequências de uma má postura. Combater as dores ocasionadas por problemas morfológicos, articulares, traumáticos, respiratórios e esportivos. Podem ser tratados pelo RPG: dores lombares, dorsais, cervicais, lesões por esforço repetitivo (LER), desvio de coluna, dores nos pés e mãos, hérnias de disco, torcicolos, além de proteger contra processos degenerativos articulares. Pode ser aplicada no tratamento de doenças respiratórias (asma/bronquite), somáticas (estresse, distúrbios circulares e digestivos), reumatológicas (artrite, artrose, bursite, tendinite), oculares (estrabismo), problemas de períneo (como a incontinência urinária).

rpg-tratamento-escoliose-idiopatica

O RPG é abrangente podendo acabar com sofrimentos inúteis. Basta procurar um bom profissional na técnica do RPG. Veja alguns dos problemas que podem ser resolvidos pelo RPG:

  • escoliose
  • dores da coluna cervical:
    rpg-tratamento-dor-cervical

 

 

 

  • dor no ombro, tendinite
  • patologias  na região do quadril
  • articulação Temporomandibular
  • labirintite
  • joanete
  • hipercifose torácica

postura correta bicicleta

Como dirigimos:
dirigir-sem-dores

Está certo sentar como na figura acima?

postura-atividade-domestica-2

Hoje em dia é  preocupante as posturas das crianças e jovens escolares, muitos pais não sabem como agir com a postura de seus filhos, principalmente no uso inadequado das mochilas.

Informações acima retirados do site da Sociedade Brasileira de RPG.

Viva 2016! Sem medo de 2016, vamos em frente…

Vamos viver bem e sabendo que os obstáculos foram feitos para serem ultrapassados, com alegria no coração e amor por todos. E força interior mesmo nas dificuldades, que surgem para serem vencidas, também na base do amor.

Não fazem parte do meu dia a dia políticos de qualquer espécie, classe, partido, seja lá o que for. Não fazem parte do meu dia a dia os pessimistas que tudo criticam. Vamos construir sempre, num pensamento abrangente e humano. Do meu dia a dia não fazem parte as notícias em sua maioria sobre problemas e desastres, não e não. No meu dia a dia fala mais alto o amor, a força interior que brota do coração.

Pensamentos positivos a favor de tudo nesta natureza, que é bela e deve ser muito bem cuidada, pensamentos de amor para com toda a humanidade. No pensamento positivo não existem fronteiras de países, cor, raça, seja lá o que for.

Assista o concerto de ano novo da Orquestra de Viena, com um maestro com M maiúsculo mesmo e músicos de primeira qualidade, querendo alegrar a todos e tocar seus corações. São 2 horas de muita alegria.

E se puder ataque uma dança, acompanhe as músicas só ou bem acompanhado.

Perdoe e viva. Viva o dia a dia, a hora a hora, o minuto a minuto, e dance, dance, e seja feliz, e faça os outros felizes, e vamos, vamos, alegres, alegres, e vamos, e vamos…

Um novo ano?

E já estamos com um pé no ano de 2016. Podemos realmente dizer que é um novo ano? O que vai mudar em nossa vida com a chegada de 2016? Compramos um novo carro? Mudamos para uma nova casa? Temos um emprego e com bom salário? Ou, como muitos perdendo o emprego? Ou, continuando sem emprego em 2015 e sem perspectivas para 2016.

Ontem passando ao lado da Av. 23 de maio e na intenção de entrar na Witacker, observei um senhor de rua muito bem vestido e feliz com o Natal, pedindo um auxílio financeiro. Estavam ali embaixo do viaduto. Um dos contrastes da vida.

No fundo todos esperando algo novo acontecer em sua vida. Ir jogando na loteria esperando num belo dia ter muita grana. Esperando e não lembrando que muitos deixam de comprar comida prá jogar. Que dinheiro é esse?

Estou agora num apartamento da Praça da Árvore, observando a cidade amanhecer, depois do jantar e a chegada do Natal. Já ganhamos presentes, reencontramos os amigos e familiares. Perdoamos, fomos perdoados, invejamos aquele que tem mais grana e o seu possante reluzente. E sempre paira no ar, como conseguiu? Claro, conseguiu ralando trabalhando mais de 10 horas por dia.

Nem bem acordamos já começamos a beber para ficarmos alegres e felizes. Ou, quem não bebe, comendo belas frutas e pratos deliciosos.

São as diferenças da vida, sempre foi assim e sempre será. Sempre será? Simples assim?

Mas vem um novo ano? Falta uma semana e tudo será diferente… Será? A culpa é dos governantes e políticos, não é. Você já viu os buracos nas ruas da sua cidade, cai num deles no final da Anchieta (Sacomã) dias atrás e rasgou meu pneu, e continua lá esperando outros pneus. Daí vou parar para arrumar e estou na Juntas Provisórias ao lado da Heliópolis, uau, local que o governo sabe que tem assaltos todo dia e como troco o pneu? E procuro um borracheiro que fechou pois a coisa tá brava no País. Aí você percebe o descaso para conosco que pagamos os impostos, e que vai aumentar pois diminuiu a arrecadação.

Tem solução?

Pelo que vejo temos é que estar bem internamente conosco mesmos, nos voltando para nosso ser interior, como recomendam inúmeros pensadores de todas as épocas, no caminho da humanidade. E silenciar, dizendo somente o necessário, não perdendo tempo com discussões principalmente políticas e futebolísticas. Quem merece ser realmente defendido. Você põe a mão no fogo por alguém?

Se estivermos em Paz conosco mesmos, estaremos irradiando Paz. Se amarmos a todos de coração, estaremos irradiando amor. O novo está dentro de nós.

Não e fácil, mas podemos ir nos ajudando. E tocando em frente.