Catalunha, nada vai amedrontar esse povo de tradição

O povo Catalão continuará indo para as ruas sem medo e sempre que possível dançar a Sardana, onde pessoas de todas as classes sociais se unem, em momento de extrema alegria. Nada, nada mesmo vai interferir nisso.

Catalunha (originalmente em catalão Catalunya; em castelhano Cataluña; em occitano Catalonha) é uma comunidade autônoma da Espanha, situada a nordeste da Península Ibérica. Ocupa um território de cerca de 32.000 km², limitada a norte pela França e por Andorra, a leste com o Mar Mediterrâneo, a sul com a Comunidade Valenciana e a oeste com Aragão. Região onde existiram muito cátaros no passado. A capital e área urbana mais populosa da Catalunha é a cidade de Barcelona.

A comunidade compreende a maior parte do território do antigo Principado da Catalunha (com o restante Rossilhão agora parte do departamento francês dos Pirenéus Orientais). A Catalunha é reconhecida como uma nacionalidade no artigo segundo da Constituição Espanhola onde se refere a nacionalidade histórica, reconhecendo e garantindo o direito à sua autonomia. No preâmbulo do seu Estatuto de Autonomia, aprovado pelo povo catalão via referendo em 2006, a Catalunha é definida como nação.

Curiosidades sobre a Índia

Na Índia, aproximadamente 40% da população adota a alimentação vegetariana (uma parte deles lacto-ovo).

O famoso Maabárata conhecido também comoMahabharata é um dos maiores épicos clássicos da Índia. O texto é enorme, com mais de 74 000 versos. O Maabárata é visto por alguns autores como o texto sagrado de maior importância no hinduismo e considerado um manual de psicologia. Algumas partes da obra são considerados e estudados como trabalhos fundamentais e analisados e reverenciados isoladamente, tais como:

  • Bhagavad Gita,
  • Krishvavarata,
  • algumas coisas resumidas do Ramayana, etc.

Maabárata: “ O que for encontrado aqui, pode ser encontrado em qualquer outro lugar. Mas o que não for encontrado aqui, jamais será encontrado em outro lugar.”

Serviu ainda de inspiração para o filme de PeterBroos de 1989.

Bhagavad Gita:

“A Verdade Suprema existe fora e dentro de todos os seres vivos móveis e imóveis. Porque é sutil, Ele está além do poder dos sentidos materiais da visão ou da compreensão. Embora longe, muito longe, Ele também está perto de todos.”

Dhammapada

é uma coletânea de versos do período primitivo do budismo na Índia:

“Assim como um lago profundo
Permanece translúcido e sereno,
Assim o sábio é claro
Por ter ouvido o Dharma.

As pessoas virtuosas permanecem calmas,
Sem se incomodar com prazeres e desejos,
Tocado pela felicidade e depois pelo sofrimento,
O sábio não se mostra nem jubiloso nem deprimido.”

“Melhor que viver cem dias
Sem aprender o Dharma Supremo
É viver um dia
Apreendendo o Dharma supremo.”
fonte – livro O Dhammapada da Editora Pensamento.

Krishnamurti:

“Podemos ir longe, se começarmos de muito perto. Em geral começamos pelo mais distante, o “supremo princípio”, “o maior ideal”, e ficamos perdidos em algum sonho vago do pensamento imaginativo. Mas quando partimos de muito perto, do mais perto, que é nós, então o mundo inteiro está aberto — pois nós somos o mundo. Temos de começar pelo que é real, pelo que está a acontecer agora, e o agora é sem tempo.”

Gandhi:

“O que destrói a humanidade: a política: sem princípios, o prazer: sem compromisso, a riqueza: sem trabalho, a sabedoria: sem caráter, negócios: sem moral; ciência: sem humanidade, oração: sem caridade.”

Upanixade:

“A vida no mundo e a vida no espírito não são compatíveis. O trabalho, ou a ação, não é contrário ao conhecimento de Deus, porém, na verdade, se realizado sem apego, é um instrumento para ele.”

 

A industria cinematográfica da Índia é considerada a maior do mundo.

 

E navegando na Internet me deparei com este vídeo de Jacob + Katie Schwars sobre uma região da Índia: Agra, Udaipur, Jodhpur, Khichan, Jaipur, and Dehli:

 

Devadasi dance

Apresentação no Khajuraho festival of dances (2015):

Combinação perfeita (combined trip)

Você vive em Los Angeles e acaba de comprar o novissimo e mais rápido sedan 4 portas do mundo. É o Tesla Model S 85kwh batery. É o carro do momento. Ecológico com 8 anos de garantia, só que é um carro feito para não dar manutenção, somente revisões exporádicas. Esta versão tem 2 motores, um em cada eixo e um espetácular hardware denominado Autopiloto. Os motores tem controle de torque independente. O motorista tem controle total da tração do carro. Ele foi produzido para bater a performance do Maclaren F1. Simplestmente fantástico. É só pisar fundo no acelerador. Para onde? Ojai, CA.

a1

You live in Los Angeles and is a happy owner of brand new Tesla 85 world’s first dual electric motor production car and the new safety and autopilot hardware is standard on every new model. Conventional all wheel drive vehicles distribute power to the wheels from a single engine driving a complex mechanical transmission system and has a motor on each axle, digitally and independently controlling torque to the front and rear wheels. The result is unparalleled control of traction, with instantaneous response to the motors giving drivers precisely controlled performance in all conditions. With its digital torque controls and low center of gravity, Dual Motor Model S has the most capable road holding and handling of any vehicle ever produced. The P85D combines the performance of the P85 rear motor with an additional 50 percent of torque available from our new front drive unit. The result is the fastest accelerating four-door production car of all time – while remaining one of the most efficient cars on the road. That’s a combination that can only be achieved by an electric car. Not only is the P85D a match for the McLaren F1, but it also doesn’t need a professional driver to achieve optimum performance. Just plant your foot and go.

Lets go to Ojai,CA.

a2

Hotel indicado (the Hotel):

a3

Pepper Tree Retreat em Ojai. Apesar de não ter almoço e jantar segue uma linha vegetariana. É a antiga residência do pensador Khrisnamurti. Uma das suites chama-se John Lennon (que morou ao lado por um tempo). Ali recebeu visitantes que buscavam um auxilio espiritual como Aldous Huxley, Igor stravinsky, Greta Garbo, etc.

b8

Pepper Tree Retreat, an Ojai retreat with vegetarian cuisine, is the former home of philosopher J. Krishnamurti, perhaps Ojai’s most famous resident. Krishnamurti lived here from 1922 to 1986, welcoming visitors from around the world who were challenged by his penetrating inquiries into the fundamental questions of life. These included such 20th Century luminaries as Annie Besant, Aldous Huxley, John Barrymore, Greta Garbo, David Bohm, Dr. Jonas Salk, D.H. Lawrence, Jackson Pollack, Igor Stravinsky and many others.

Almoço (lunch):

Boccali´s Ojai – restaurante simples e familiar com uma comida de primeira qualidade, massas de primeira com molhos especiais. Utiliza produtos selecionados e frescos sempre que possível produzidos nas fazendas locais. São muito atenciosos.

b11

 

Boccali’s Ojai,  3277 Ojai-Santa Paula Road  Ojai, Califórnia.

E tem história: Boccali’s recipes are “Original Ojai Italian”, inspired by family recipes passed  down from DeWayne’s grandfather, who journeyed to Santa Barbara,
California in 1898 from Lucca, Italy. Menu items feature robust flavors, and  use the freshest herbs and seasonings available. Boccali’s portions are generous, so be sure to bring a hearty appetite.  The menu features their  own fresh produce during the growing season, picked daily from their Upper  Ojai farm.

 

Jantar (dinner):

b10

Rainbow Bridge Natural Foods, que fica no centrinho de Ojai. Além de vender produtos para sua saúde tem um entreposto de produtos naturais e faz sucos e pratos rápidos deliciosos. Trabalha com produtos frescos e preferencialmente orgânicos.

Seu suco de cenouras é fantástico (as cenouras de lá são um pouco adociadas).

Nestled in the heart of Ojai, 211 E. Matilija St.,just off Ojai Avenue , Rainbow Bridge provides a wide range of healthy and natural products. In the general store, we carry a vast selection of specialty foods, many of which are made from organic ingredients and formulated for special diets. All of our produce is fresh, most of it is organic and some from local farms. The cosmetics aisles have chemical-free personal care items from deodorants and lotions to bath salts and aromatherapy oils. In the vitamin department, there is a vast selection of vitamin and mineral supplements, homeopathics, herbal remedies, and protein powders. For a snack on the go or a savory sit down dinner, our deli offers salads, sandwiches, juices, smoothies, and hot foods. We invite people from all walks of life to enjoy our comfortable shopping environment, for we are more than just a store, but a community gathering place.

O que falta para você ir lá, morar em Los Angeles ou comprar o Tesla, carro mais rápido do mundo.

What is missing for you to go there, live in Los Angeles or buy the Tesla, fastest car in the world.

Holanda – Netherland

a8

Vale a pena incluir nos seus roteiros uma viagem para a Holanda. E melhor ainda se percorrer toda a Netherland.

a1

Normalmente entramos por Amsterdã. Pode-se chegar de trem também. E descendo no Aeroporto e ir direto para Amsterdã vale a pena experimentar um Taxi elétrico da Tesla.

Den Haag (Haia) – onde fica a sede do Governo. E também a internacional Corte Suprema de Haia.

a2

Zaanse Schans – onde você poderá visitar fabricas de sapatos de madeira: Zuecos, Wooden Shoe.

a3

Volendam:

a4

Holanda de Van Gogh:

Gouda:

a5

Rotterdam, Zeeland, Kinderdijk, Delft, Scheveningen (praias), Leiden, Leidschendam, Marken e muitas outras preciosidades.

Destaque ainda para Edam onde se encontra queijos de alta qualidade.

Alkmaar e seu famoso mercado do queijo:

a7

O melhor Gouda do mundo:

Lisse-Hillegom:

 

A inigualável Amsterdam:

E para pesquisadores em Amsterdã:

Bibliotheca Philosophica Hermetica

 

A vida de Van Gogh:

 

Quem viveu os últimos anos de sua vida na Holanda foi Comenius:

Egito de Akenaton

Belo és tú, grande, esplendoroso,

Colocado no ápice de todo o universo,
teus raios chegam às regiões mais longinquas…
Tu és o princípio solar (Ra)…
Estás diante de nossos olhos, imenso…
O mundo cai num abismo de silêncio,
pois a treva reina como dona da terra…
Tu Aton, te levantas na aurora, no horizonte…
Tu iluminas as trevas, Tu lança seus raios…
Pois há uma casa para ti no meu coração,
outro não há que a ofereça
Senão teu filho Akenaton,
Que tornaste consciente em ti…

 

Sant Joan de Moró, Espanha – cerâmica Dune

 

a5

Nesta pequenina cidade da Espanha fica a sede de uma das maiores fabricantes de revestimentos com distribuição para muitos países.

Y viva España! Y viva España! Y viva España!

Espanha de um povo sofrido com uma crise que não acaba nunca. Com ocorrências que não eram comuns nesse pais – assaltos, etc.. Ai fica a pergunta, o que esses governantes fazem? A unica missão deles é fazer com que o povo viva com dignidade. E que o Brasil não siga pelo mesmo caminho, apesar de ser um gigante adormecido com seu povo e riquezas naturais infindáveis.

Com Rieu, o grito de um povo, o lamento e esperança, sofrimento e luta, e que venha a Paz.

Entre Flores, Fandanguillos y alegrias,
nacio en España la tierra del amor
Solo dios pudiera hacer tanta belleza,
y es imposible que puedan haber dos.
Y todo el mundo sabe que es verdad,
y lloran cuando tienen que marchar.
Por eso se oye este refrán
“Que Viva España”
Y siempre la recordarán
“Que Viva España”
La gente canta con ardor
“Que Viva España”
La vida tiene otro Sabor,
Y España es la Mejor
Es las tardes Soleadas de corrida,
la gente aclama al diestro con fervor
Y el saluda paseando a su cuadrilla,
con esa gracia de Hidalgo Español
La plaza por si sola vibra ya,
y empieza nuestra Fiesta Nacional
Por eso se oye este refrán
“Que Viva España”
Y siempre la recordarán
“Que Viva España”
La gente canta con ardor
“Que Viva España”
La vida tiene otro Sabor
Y España es la Mejor
Laralaralalarala
“Que Viva España”
Laralaralalarala
“Que Viva España”
La gente canta con ardor
“Que Viva España”
La vida tiene otro Sabor
Y España es lo Mejor
Que España es la Mejor!

Aurora Boreal

As auroras boreais são mais frequentemente vistas nas regiões da Lapônia, Finlândia, Suécia e Noruega, juntamente com a Islândia e a Groenlândia. Mas durante a alta atividade, as auroras são muitas vezes visíveis a partir de latitudes muito mais baixas, muitas vezes incluindo Escócia, Irlanda, Dinamarca, Estônia e muito mais.

Você poderá ter uma ajuda para ir ver a aurora com auxílio, localizado na cidade mais no norte da UE! Visite tours.aurora-service.eu para mais informações:

Bem-vindo ao Aurora Service Europe!

Previsões Northern Lights, Solar Wind Tools, News, Solar Activity e muito mais.

para caçadores de aurora …

Somos um serviço gratuito de informação sobre as luzes do norte baseado na Escandinávia. Somos administrados por voluntários que dão muito do seu tempo livre para criar e manter este site e ajudar as pessoas no norte da Europa a ver Northern Lights. Ao contrário de muitos outros sites de auroras, nós realmente somos observadores de auroras, e estamos regularmente de pé em um campo escuro no meio da noite. Como tal, o site (especialmente a página de previsão) foi projetado a partir de um ponto de vista de caça aurora, não queremos que ele seja preenchido com muitas informações que não precisamos. Mantivemos a simplicidade, tendo apenas as coisas que consideramos importantes quando visualizamos o site em seu tablet ou telefone. Colocamos milhares de horas (não pagas) no desenvolvimento do site desde os primeiros dias, mas tudo valeu a pena, porque agora é um ótimo recurso para caçadores de auroras de toda a Europa (e, de fato, do mundo) e temos dezenas de milhares de pessoas visitando o site.

16938883_1...

Medidores de vento solares

Esses indicadores são do próprio sistema, eles são atualizados a cada 60 segundos diretamente dos dados da nave espacial ACE da NASA. Os dados que você vê no site da Aurora Boreal são o que a nave espacial ACE monitorou há apenas alguns momentos. Esses 3 componentes são os componentes mais importantes do vento solar (quando se trata de Aurora Borealis).

Muito legal as informações da Aurora Service.

Passo estas informações a partir de artigo de Willian Von Sohsten, onde dá a dica do My Aurora Forecast, publicado na Revista Viagem da Editora Abril, edição de junho 2017.

Inuit – aborigines no Canadá

John Dee investiu nas viagens de Martin Frobisher em 1576-7, durante o qual a Ilha de Baffin (agora parte do Canadá) foi “descoberta” dentro do seu projeto de levar a boa nova para todos os rincões do planeta. Seu projeto não era dominar tudo num único sentido de posse, e sim um trabalho mais amplo e possibilitasse o despertar o coração das pessoas para um trabalho interior e necessário no caminho da verdade. Interessante que no Canadá cinco de seus homens foram levados cativos pelos Inuit que lá viviam. E como não era o próprio John Deee e sim outros seres humanos que lá chegaram, sabe-se lá que fim levou esse relacionamento.

Existem algumas informações no site Brasil.gc.ca (Governo do Canadá) sobre os Inuit:

Os Inuit

Inuksuit were stone cairns erected by the Inuit to serve as landmarks. (Corel Professional Photos).

Durante séculos, os Inuit sempre foram chamados de “esquimós” por aqueles que não são Inuit. Os Inuit não mais consideram este termo aceitável. Preferem o nome pelo qual eles próprios sempre se identificaram, Inuit, que significa “povo” em seu próprio idioma, o inuktitut. Os Inuit habitam vastas áreas em Nunavut, nos Territórios do Noroeste, na costa norte de Labrador e em aproximadamente 25% do norte de Québec. Tradicionalmente, eles habitavam acima da área arborizada na região onde se encontra a fronteira com o Alasca, no oeste, a costa de Labrador à leste, a ponta sul da Baía de Hudson ao sul e as ilhas do alto Ártico ao norte. Cerca de 55.700 Inuit vivem em 53 comunidades em todo o norte canadense. A população Inuit cresceu rapidamente nas últimas décadas. De acordo com a agência governamental de estatísticas “Statistics Canada”, se a tendência continuar, haverá cerca de 84.600 Inuit no norte canadense por volta de 2016. Os Inuit são um dos três povos aborígines do Canadá, conforme definido pela constituição canadense. Os outros dois povos aborígines são denominados “Primeiras Nações (Índios)” e “Métis”.

Existem oito grupos étnicos inuit principais: o Labradormiut (Labrador), Nunavimmiut (Ungava), Ilha de Baffin, Igluling (Iglulik), Kivallirmiut (Caribou), Netsilingmiut (Netsilik), Inuinnait (Copper) e Invialuit ou Western Inuit Ártico.

Inuktitut – a língua inuit.

As origens dos Inuit no Canadá datam de pelo menos 4.000 anos atrás. Sua cultura é profundamente enraizada na vasta terra em que habitam. Por milhares de anos, os Inuit observaram atentamente o clima, as paisagens terrestres e marítimas, e os sistemas ecológicos de sua vasta pátria. Com base nesse conhecimento íntimo da terra e de suas formas de vida, os Inuit desenvolveram habilidades e tecnologias peculiares e adaptadas a um dos ambientes mais inóspitos e exigentes do planeta.

Os Inuit tratavam com o mesmo respeito os seres humanos, a terra, os animais e as plantas. Hoje, continuam tentando manter este relacionamento harmonioso. Tentam utilizar os recursos da terra e do mar com sabedoria para preservá-los para as gerações futuras. Na caça, seguem tradições e regras rigorosas para ajudar a manter este equilíbrio. Para os Inuit de Labrador, por exemplo, é proibido matar qualquer animal em sua época de reprodução.

Antes da criação das colônias permanentes nas décadas de 1940 e 1950, os Inuit migravam conforme as estações. Eles estabeleciam acampamentos de verão e de inverno, aos quais retornavam anualmente. Estes campos sazonais permitiam que os Inuit usassem os recursos da terra e do mar nas épocas do ano em que eram mais abundantes.

Eram transmitidos de geração a geração os conhecimentos tradicionais sobre a história dos Inuit, suas terras e plantas, e sobre os animais selvagens.A família é o centro da cultura Inuit, e cooperação e compartilhamento são princípios básicos na sociedade Inuit. Eles compartilham os alimentos que trazem da caça, e cada um faz a sua parte para ajudar aos necessitados.

A cultura Inuit foi exposta a muitas influências externas durante o último século. Entretanto, os Inuit conseguiram reter seus valores e cultura.O inuktitut ainda é falado em todas as comunidades Inuit. Ele é também o principal idioma utilizado em programas de rádio e televisão originados no norte canadense, e faz parte do currículo escolar. Muitas comunidades Inuit continuam a praticar as danças e canções tradicionais, que incluem dança de tambores e canto gutural (canto tradicionalmente executado por mulheres Inuit, que produzem sons guturais). A tradição oral e a narração de estórias ainda permanecem bem vivas na cultura Inuit, com lendas passadas entre as gerações ao longo dos séculos. Tais estórias freqüentemente falam de espíritos poderosos que habitam a terra e o mar, e têm sido uma contínua fonte de inspiração para artistas Inuit, cujas gravuras e esculturas são apreciadas por colecionadores e galerias de arte em todo o mundo.

O governo encorajou os Inuit a morar em colônias permanentes, ao invés de acampamentos sazonais. As colônias logo começaram a serem apoiadas por destacamentos da Polícia Montada do Canadá (RCMP, Royal Canadian Mounted Police), por serviços de saúde e de assistência social, e por um programa habitacional. Na década de 1960, os Inuit começaram a formar cooperativas de mercado para facilitar a venda de produtos locais, incluindo gravuras artísticas e esculturas entalhadas que se tornariam famosas em todo o mundo.

As escolas Inuit de hoje oferecem um sistema educacional moderno que inclui matérias culturais, como o ensino do idioma inuktitut.

Foram feitos acordos sobre as terras ocupadas. O pacote de colonização inclui compensação financeira, direitos às terras, direitos de caça e oportunidades de desenvolvimento econômico. No Acordo de Reivindicações de Terras de Nunavut o governo federal também se comprometeu com a divisão dos Territórios do Nordeste e a criação do território de Nunavut em 1o de abril de 1999.

A empresa Makivik, que representa os Inuit do norte de Québec, rubricou o Acordo de Reivindicações de Terras Inuit de Nunavik com o governo de Nunavut e o governo do Canadá.

“Nós não temos uma religião. Temos um modo de vida. Está embutido no nosso cotidiano. ”

“Você não pode colocá-lo em uma caixa e dizer, isso é espiritualidade”.

“A espiritualidade indígena é um fenômeno mais complexo do que o termo” espiritualidade “, como geralmente entendido, implica. A espiritualidade está intimamente ligada à cultura e às formas de viver nas comunidades indígenas e exige uma abordagem mais holística ou abrangente …

Penedo – Finlândia

A Finlândia é um país desenvolvido com alto nível de desenvolvimento humano, refletido pelo país possuir alguns dos melhores índices de qualidade de vida, educação pública, transparência política, segurança pública, expectativa de vida, bem estar social, prosperidade, saúde, paz, democracia e liberdade de imprensa. Suas cidades estão classificadas entre as mais limpas, seguras e com organização impecável. Interessante é que no passado muitos finlandeses saíram de seu País levando o pensamento que iniciava a passos lentos a transformação futura da Finlândia para outras terras.

O trabalho desenvolvido por Sergio Moraes Rego Fagerlande intitulado A UTOPIA E A FORMAÇÃO URBANA DE PENEDO trata da criação, em 1929, e o desenvolvimento de uma colônia utópica finlandesa no estado do Rio de Janeiro. Apresentado no Programa de Pós Graduação em Urbanismo, PROURB, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, como parte dos requisitos para a obtenção do Grau de Mestre em Urbanismo.

Tudo um dia muda e segundo o trabalho do Sergio a antiga fazenda foi vendida. E mesmo com o final da utopia urbana sonhada, a comunidade manteve alguns ideais, como a importância da ecologia prevista ainda em seu projeto inicial, simbolizada pelas matas plantadas pelos imigrantes. Penedo existe até os dias de hoje, como um pacato lugarejo, onde a natureza e as tradições finlandesas são preservadas, atraindo grande número de turistas. Transformaram a paisagem da fazenda (origem de Penedo) – de um local já sem vegetação num lugar agradável, com florestas e muito verde.

E como foi todo esse trabalho, segundo Sergio:

 “Neste trabalho se pretende estudar a formação da colônia finlandesa de Penedo, localizada em Itatiaia, sul do estado do Rio de Janeiro, que foi fundada em 1929 por um grupo de jovens vegetarianos liderados por Toivo Uuskallio. A dissertação tem por objetivo resgatar o estudo do pensamento utópico no campo do urbanismo no início do século XX e sua transposição para o Brasil através da formação da colônia finlandesa.

Resultado de imagem para fotos penedo, rj

Havia a preocupação de Uuskallio com a natureza, não somente com relação aos hábitos vegetarianos, mas também com relação à poluição dos rios e preservação das matas, como demonstra o Projeto Habitacional. Outro ponto importante com relação ao projeto urbano é a intenção de fazer uma grande via em forma de reta, substituindo o antigo caminho de acesso à sede da fazenda sobre os morros, indo do pátio defronte ao Casarão até a Estação de Estrada de Ferro de Marechal Jardim, existente junto ao Rio Paraíba. Essa via marcou definitivamente a implantação urbana de Penedo, mesmo não tendo sido completada, e atualmente parte dela é a principal artéria viária de Penedo, a Avenida das Mangueiras. Nesse período de vida comunitária, de 1929 a 1942, foram construídas as fundações de seis casas, dentro desse Projeto Habitacional, todas de acordo com o projeto de Uuskallio, A partir da leitura de outros autores finlandeses, em especial Teuvo Peltoniemi (1986) com seu livro Kohti parempaa maailmaa (Em direção a um mundo melhor), e seus textos sobre emigração finlandesa para o Canadá e Estados Unidos (PELTONIEMI, 1987), e especialmente a partir de seus textos da exposição sobre as colônias utópicas finlandesas, foi possível constatar alguns fatos importantes, como o de que Penedo não era um caso isolado.

A questão da emigração dos finlandeses adquiriu relevância e, em 1902, o número de emigrantes para a América do Norte foi de 23.152, formando uma onda migratória que levaria 271.120 pessoas para os EUA e Canadá entre os anos de 1893 e 1919, um número significativo para um pequeno país (ENGELBERG, 1942). Em termos de movimentos culturais a Finlândia, mesmo sendo um país periférico da Europa, sempre teve muito contato com os centros europeus. A Suécia era um país bastante importante da Europa, especialmente até o século XVIII, e a criação de uma universidade em Turku, Finlândia, ainda no século XVII, demonstra a importância dada à cultura.

A música, com Jean Sibelius, pintura e especialmente arquitetura foram parte de um movimento bastante importante que renderia expoentes da arquitetura mundial, como Alvar Aalto, Eliel e Eero Saarinen. Uma experiência precursora de Penedo, pois seria realizada por alguns de seus futuros fundadores, foi a da Sociedade Paradiso em 1925, empreendimento vegetariano na Riviera Francesa, que não foi adiante por problemas financeiros (PELTONIEMI, 1986). Essa experiência, ainda situada na Europa, é mais uma prova desse movimento em busca de lugares ao sul. Era muito grande, naquele momento, o interesse dessas pessoas por alternativas de vida, na Finlândia. Os ideais variavam de socialismo, nacionalismo, cristianismo, teosofia, vegetarianismo e também quem buscasse por fortuna ou novas chances de trabalho.

No livro escrito por Toivo Uuskallio, o fundador de Penedo, chamado de Na viagem em direção à magia do trópico, nome que simboliza essa procura (FAGERLANDE, 1998a). Durante esse período os finlandeses patrocinaram algumas outras experiências comunitárias, especialmente nos EUA, como a de Redwood Valley, com The Finnish Colony Inc., que durou de 1913 a 1922. Eram fazendas que, a exemplo de Penedo, tinham projetos de uma comunidade idealizada, mas que não foram adiante. A última experiência conhecida de colônia utópica finlandesa é a criação de um kibbutz em Israel, fundado por cristãos finlandeses em 1971, por um finlandês que havia participado da experiência de Penedo, Martti Kurki (PELTONIEMI, 1986). Dentre as muitas experiências utópicas, Koivukangas e Peltoniemi consideram as mais importantes as de Sointula, no Canadá, Colônia Finlandesa na Argentina e Penedo, no Brasil, sendo a de Penedo a que permanece até os dias de hoje com presença finlandesa.

A alimentação inicial de Uuskallio e Suni era composta basicamente de feijão e arroz, depois acrescentando legumes e verduras cozidas. Não se comia carne em hipótese alguma, e os finlandeses sentiam falta de batatas, tão comuns naquele país. Em seu lugar comiam às vezes batata doce, milho, aipim, tomates e as verduras que vinham da horta, como alface, repolho, cenoura, sem temperos, como limão ou azeite (VALTONEN, 1998). Segundo Melkas (1999) havia sempre feijão, arroz, gordura de coco e mingau de milho. Faziam pão de milho, na falta de outra coisa, e as frutas disponíveis eram bananas, pois as demais ainda não eram cultivadas na fazenda, e muito caras para serem compradas. Todos sentiam falta de frutas e pão, e mesmo sendo vegetarianos, de manteiga, queijo ou leite. O leite e seus derivados não existiam devido à rigidez de Uuskallio, que tinha mandado embora as vacas na compra da fazenda, pois segundo ele, leite não fazia bem à saúde dos seres humanos. Falava da necessidade de se comer comida vegetariana, pois seriam os alimentos vindo diretamente da natureza, não havendo necessidade de se matar nenhum ser vivo.

 Criaram o Clube Finlandês onde se dançava antigas danças finlandesas como polka, jenka, humppa e também valsas e tangos.

A influência dessa liberdade na formação urbana de Penedo pode ser verificada ao se perceber que, apesar de terem um vinculo religioso, num sentido mais amplo e filosófico, não fazia parte do plano urbano de Penedo a construção de templos”

E com Penedo está ligado em sua origem à Finlândia, tem um lugar agradável chamado a Casa do Papai Noel:

Casa das Pedras no centro de Penedo:

Penedo é um bairro da cidade Itatiaia. Você pode ir passear no Parque Nacional de Itatiaia, que é muito perto. Foi o primeiro Parque Nacional criado no Brasil. A estrada está razoável. Outra opção é ficar hospedado dentro do Parque Nacional (O que está melhor localizado é o Hotel Ypê Amarelo). A estrutura de Penedo é melhor para se ficar.

Mais informações você encontrará no site Penedo.org: O Sonho de Toivo Uuskallio.

Blue Tree Towers Penedo, para atender toda a região.

A Blue Tree Hotels, presidida pela empresária Chieko Aoki, inaugurará no primeiro semestre de 2018 mais um novo projeto inovador: o Blue Tree Towers Penedo, no sul do Estado do Rio de Janeiro. Fruto de parceria com a Somah Construção e Incorporação, com a participação da Prime Capital, o hotel terá 160 apartamentos, 5 mil m² de área de lazer e espaço de eventos para até 100 pessoas.
Valorizando a identidade cultural da região, o hotel terá arquitetura típica do vilarejo, com influência finlandesa.
O objetivo será atender ao público executivo das montadoras instaladas na região durante a semana – a distância é de menos de 15 minutos –, e receber pessoas que buscam lazer aos finais de semana e férias.
O interior do Estado do Rio de Janeiro é o responsável por bilhões em investimentos no setor automotivo, com destaque para ao menos três cidades do eixo das Agulhas Negras: Resende, Porto Real e Itatiaia. As montadoras instaladas ou em fase de início de produção no Rio garantem investimentos acima de R$ 12 bilhões, gerando mais de 7 mil empregos. Na região estão as montadoras Nissan do Brasil e MAN Latin America (Resende), Jaguar – Land Rover e Hyundai Heavy Industries (Itatiaia), PSA Peugeot-Citröen (Porto Real).
E como Porto Real ainda não se desenvolveu como uma cidade capaz de receber novos moradores e congressos, e também não tendo motivo pois a 15 minutos do local se encontra a charmosa Penedo. É morar em Penedo e ir trabalhar em Porto Real, Itatiaia e Resende, por que não?
Resultado de imagem

“A região tem um ótimo potencial turístico: desde o clima e abundância de atrações naturais, passando pelo charme das construções até a saborosa gastronomia. Tudo muito aconchegante para momentos de descanso e, claro, muito bem localizado, em um ponto estratégico próximo ao polo automobilístico entre as cidades de Itatiaia, Resende e Porto Real. Com esta nova empreitada, esperamos contribuir para o desenvolvimento e o crescimento da região. O Blue Tree Towers Penedo será uma referência em serviços, estrutura e conforto, incorporando nosso DNA de inovação e qualidade”, explica Chieko Aoki, Presidente da Blue Tree Hotels.

Resultado de imagem para blue tree penedo, rj