Não gostei

A Nova Perua Vectra, novidade no Brasil, quando apreciada nesta posição é muito bonita:

tanajura10.jpg

Utilizei uma Perua Vectra numa viagem a Portugal em 98, era confortável e tinha ótimo motor diesel.

No Brasil esquece do motor diesel.

tanajura11.jpg

Minha decepção foi com a solução encontrada para a traseira da Perua. Não apresenta harmonia em relaçao ao design geral do veículo.

tanajura9.jpg

Agora, a traseira do Novo Vectra Hatch vai ganhar o título de traseira mais feia entre todos os veículos existentes. Eu, que já trabalhei na GM, fiquei aborrecido com o descuido nestes 2 lançamentos.

Respeito à Faixa de pedestres

Deveria ser obrigatório, todos os veículos respeitando as Faixas de Pedestres, como na Europa e outros Países. O Pedestre colocou o pé na rua, todos param.

Às vezes, e deveria ser sempre, temos consciência de parar, só que o veículo detrás não quer parar e te ultrapassa pela direita, esquerda, e se possível até pela calçada, levando o pedestre junto.

Como parar para um pedestre e garantir que o pedestre estará seguro?

Acredito que todos nós brasileiros deveríamos pensar um pouco no assunto.

Rodovia Fernão Dias, novos limites de velocidade.

Não sou contra o controle da velocidade para evitar acidentes. Agora, é um absurdo o que está ocorrendo na Fernão Dias com os atuais limites de velocidade.

Vou analisar o trecho entre Atibaia e São Paulo. Um dos absurdos é que depois do Graal (que fica do outro lado) você é obrigado a manter a velocidade de 60km/h até o Radar depois de Mairiporã (50km/h).

E logo depois volta o 60km/h, passa o Túnel da Mata Fria e em toda a descida da serrinha a velocidade é de 60 km/h.

São trechos imensos, de vários quilometros, com elevado movimento de carretas enormes. Tenho mantido depois do Túnel da Mata Fria os 60 km/h na pista bem à direta. Vou sózinho e torcendo para não sofrer um acidente, pois todos os caminhões e veículos me ultrapassam. Fico espremido na pista da direita e solitário.

O risco de acidentes é enorme. Minha filha foi comigo na semana passada para São Paulo e ficou tremendamente assustada com os caminhões enormes nos ultrapassando.

E pior! Somos obrigados a nos manter nas pistas da direita e tome buraco, e mais buracos.

Alerta para todos os motoristas: “O controle da velocidade está sendo realizado por radares móveis”.

Troca de bateria dos carros mais atuais

Se o seu carro tem comando eletrônico e caso a bateria apresente problemas, nunca retire os cabos da mesma. Mesmo com a bateria completamente descarregada, ainda assim ela mantém os dados da Central eletrônica do veículo.

Preste atenção, nunca desconecte os cabos da bateria. Se precisar trocar a bateria se dirija a um auto-elétrico.

Caso desconecte os cabos, você não conseguirá ligar o carro. Não tem o que fazer. A única solução será encaminhar o veículo a uma Concessionária autorizada. Toda a Central eletrônica do veículo deverá ser reprogramada.

Não adianta chorar.

Bom atendimento é normal?

Levei meu veículo Ford hoje à tarde na Concessionária Sonervig, na Vila Guilherme, e fui muito bem atendido. O rapaz da Assitência técnica me informou que, como o carro ainda não atingiu seus 5000km poderá gastar um pouco de óleo. Em instantes completou o pouco de óleo sem cobrar nada e falou que poderia voltar a qualquer instante.

Quando levava um Corolla que tive, na Sun North, era tão bem atendido que sabiam meu nome, ao chegar diziam” Tudo bem Dr. Tanajura, estamos à sua disposição”. É incrível, eles guardam até o nosso nome.

Por sinal, se você tem um Honda e vai fazer revisão na Zona Norte, vá na Concessionária da Vila Guilherme e procure o Marin da assistência técnica, muito boa gente.

Respeito às faixas-duplas nas estradas.

É absurdo o desrespeito atual frente à sinalização das estradas, especificamente as duas faixas amarelas contínuas. Ninguém mais tem paciência para aguardar alguns segundos e efetuar a ultrapassagem com segurança. Normalmente, esta sinalização se baseia na velocidade dos veículos que virão no sentido contrário.

Os folgados e apressados, não têm respeito a seus filhos e outras pessoas que poderão se acidentar quando desta manobra radical e insegura.

Ficou normal se ultrapassar em faixas duplas, e fácil jogar o carro sobre o outro que está à direita, que deverá sair para o acostamento e corre risco até de atropelar alguém.

Mais grave ainda é a falta de consciência de alguns motociclistas que fazem ultrapassagem pelo outro lado da faixa dupla, obrigando o motorista do sentido contrário, que precisa estar atento, a desviar para não bater na moto e jogá-la a considerável distância. É o máximo da arrogância e prepotência.

Motor bem definido

O motor 1.8 do Toyota Corolla (agora Flex) é um motor que dá confiança para o motorista. Tem torque, é silencioso e funciona redondo. E o mais importante, é economico.

tanajura8.jpg

Motor:        dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 16V, bicombustível.

Cilindrada:  1.794 cm³

Potência:    136 cv a 6.000 rpm

Torque:       15 kgfm a 4.400 rpm
 

Apresenta uma resina protetora contra corrosão nos pistões e novos anéis de pistão. Um novo ajuste do comando de válvula, novas velas de ignição, nova programação da central eletrônica que comanda o funcionamento do motor. Uma liga metálica mais resistente nas válvulas de admissão e no comando de válvulas.

O ideal é fazer todas as revisões em Concessionária autorizada Toyota. O sistema programado de manutenção deste carro visa não deixar o cliente na rua por problema  mecânico. Afinal, é necessário manter a fama da robustez dos veículos Toyota.

Na Sun North da Vila Guilherme em São Paulo, procure o Carlos da área de vendas. Na assistência técnica o William.

Design é solução total do veículo?

Pesquisando nas concessionárias os novos veículos lançados para 2008, um deles me chamou a atenção:

tanajura7.jpg

O visual do carro é arrojado e muito interessante. Lembra antigos carros de corrida, por ter uma frente bicuda, diria, onde fica a grade dianteira.

tanajura6.jpg

Dirigi o carro, Punto 1.8 da Fiat, e gostei muito. Sucesso na Europa e tudo mais. Desenhado em studio de desgin gabaritado.

Porém, nem tudo é perfeito. O design na minha modesta opinião engloba também a solução do interior do veículo. A surpresa é o pequeno porta-malas e pior ainda é que somente o encosto do banco traseiro é móvel. O assento traseiro é fixo.

Não comprei por causa desse pequeno detalhe.

Comprar veículo financiado?

Atualmente é muito fácil comprar um veículo. As linhas de financiamento são inúmeras. Nas propagandas e nas pesquisas feitas diretamente nas concessionárias se fala de taxa de juro: 0,460,991,19, ou 1,30.

Um aviso importante: pergunte sempre se a taxa é liquida ou já tem os impostos e taxas incluídos. Você terá uma supresa ao verificar que a taxa real e efetiva é sempre maior do que a veículada. Um dos valores adicionados é a taxa de financiamento.

Os prazos já estão ultrapassando a barreira das 100 prestações (mais de 5 anos para pagar).

Acredito que o financimento em 60 meses é interessante e boa opção para ter um carro novo. Um carro novo é sempre carro novo, pois para manter um carro muito usado o valor das peças de reposição nos derrubam. São desequilibradas em relação ao preço total do veículo. A manutenção é muito dispendiosa.

O carro desmontado é sempre mais caro que o carro montado, o que é um absurdo devido pagarmos na compra do carro novo sua montagem,e com mão de obra especializada e cara.

Qual a melhor gasolina?

Para todos os carros que tive nestes últimos anos, recomendaram não utilizar a gasolina aditivada. No caso do Toyota Corolla, na concessionária disseram-me que por ter muito aditivo poderia causar problemas no sistema de injeção.

Para minha surpresa, no novo carro que comprei, ao informar sobre as caracteristicas do veículo disseram para utilizar álcool ou gasolina comum e no reservatório da partida à frio sempre gasolina aditivada.