Uma memória já é algo morto?

Como é bom neste finalzinho de ano regletir sobre a vida, claro, tomando o cuidando de deixar acontecer a reflexâo, sem buscar amor, libertação, etc. – pois o óbvio e que já é – não se procura.

E mais uma vez recorro ao Hamed Ali um pensador atual e que vive nesta época, presente como nós:

“Quando digo que o mundo é velho, ou que o que nós vemos é velho, não quero dizer velho no sentido de que cresceu com o tempo. Quero dizer velho no sentido de que parou de crescer. Ele está morto em sua forma antiga, do jeito que você o construiu anos e anos atrás. A mente perpetua fantasmas, coisas mortas; não há vida neles. Eles não são leves – são pesados, escuros, úmidos, velhos e bolorentos. Eles estão velhos. Nesse mundo escuro, velho e úmido, você sofre. O sofrimento é sentido principalmente porque ainda acreditamos que aquele mundo velho, escuro e morto seja a realidade, e vivemos como se fosse a realidade, querendo uma parte dele, não querendo outra parte, colocando parte dele contra outra parte. Você está colocando este cadáver contra outro cadáver, não gostando dessa coisa morta, gostando da outra coisa morta. Quando você deseja algo porque experimentou no passado, o que você deseja é um cadáver. Já está morto. Se você pensa que o que lhe dará felicidade e alívio é algo que você conhece, então o que você está procurando é um cadáver, uma coisa morta. Você nunca pode saber em sua mente o que você realmente deseja, o que irá lhe dar liberdade. Você só pode trabalhar para se desapegar, para se livrar do universo que conhece, da totalidade de sua mente. Você não pode sair por aí procurando a realidade procurando por Algo que você conhece, porque o que você conhece é uma memória do que você percebeu no passado. Uma memória já é algo morto. E já que você está se lembrando disso, mesmo que esteja se lembrando de alguma experiência da realidade, a memória não é a realidade. A própria realidade é a incineração dessas idéias e conceitos, então como você poderia se lembrar dela?”

Essência é apenas Ser

Essência é apenas Ser, você é. O que você é nada tem a ver com o que você quer, o que você não quer, o que você faz ou não faz. Simplesmente está lá. Você pode estar fazendo qualquer coisa, e o Ser está aí, e esse é você. Alguns de vocês experimentaram sua essência e sua sonoridade para saber o que é o amor. Se você não experimentou a essência, você não pode saber realmente o que é o amor, ou ficará confuso sobre o amor. Mesmo que tenha sentido o amor, não foi capaz de separá-lo das necessidades e emoções. Conhecer a sua essência é a condição primária e básica. É possível experimentar o amor ou a essência enquanto a personalidade está presente, mas se você nunca reconhecer a essência, você não será capaz de separar o que é real do que não é. Não diga o que muitos outros professores dizem, que enquanto a personalidade estiver presente, não haverá amor. O amor pode estar presente quando a personalidade está presente. No entanto, se você não sabe o que é essência e personalidade, não será capaz de ver o elemento puro do amor. Hamed Ali. #amorverdadeiro #puroamor #essência #tudoenada

Desenvolvimento da pérola

Este processo de clarificação – que é o esclarecimento da alma – é o desenvolvimento da Essência Pessoal, o que chamamos de Pérola.

O desenvolvimento da Pérola é um processo que continua avançando em direção a um maior clareamento até que se torne a Suprema Essência Pessoal. Cada estado essencial tornou-se personalizado, à medida que a personalidade se tornou mais clara, à medida que cada aspecto essencial se tornou você.

Você mesmo se torna a realidade pessoal essencial e, portanto, essa realidade pode ser integrada no nível da Pérola. Quando você experimenta a Compaixão, essa Compaixão se torna você. “Eu, pessoalmente, sou Compaixão. Eu sou valor, eu sou a verdade. ” Quando você o possui, não é mais você o experimentando, mas você sabe que é isso.
A personalidade se torna tão permeável que se funde completamente com o aspecto. Isso é o que chamo de personalização do estado essencial. À medida que os aspectos essenciais são personalizados – compaixão, fusão de amor, vontade, paz, valor, identidade e assim por diante – você alcançará uma personalização ainda mais ilimitada, que é a personalização do Supremo. A surpresa é que você sempre foi assim.

Nunca foi diferente. Você sempre foi a pessoa suprema, o tempo todo, em sua própria substância, incluindo a substância da personalidade. É por isso que você sempre se identificou com ele, é por isso que você não pode se desidentificar: é você.

Como você pode se desidentificar disso? Como você pode se livrar disso? Em última análise, é você. Aqui vemos que tentar desidentificar-se da personalidade e viver de uma identidade transcendente é deixar o próprio terreno da realidade que nunca foi verdadeiramente separado da personalidade.
-A.H. Almaas, Diamond Heart Book Four, pág. 13

Beyond burguer no Brasil

Beyond burguer no Brasil – este hambúrguer plant-based é único, e com méritos presente nas bolsas – sucesso absoluto. São 4 minutos de cada lado na frigideira e uma explosão de sabor. Não solta muito óleo como outros do mercado brasileiro. Compramos hoje no St. Marche Ricardo Jafet – R$ 54,90 pelo aplicativo do supermercado (desconto no caixa). São 2 em cada embalagem. Preço salgado, mas vale a pena comprar para conhecer e saborear.

hamburguerplantbased #veganfoods #veganburguer #plantbased #melhorveganburguer #GoVegan

veganosempre #soyvegano #souvegano

A dança da automanifestação

Tarefa cósmica a nós confiada.

Cynthia Bourgeault, que vive no estado de Maine:

“A troca divina – na grande tarefa de dar e receber somos alimentados e alimentamos outros reinos fora de nossa realidade terrena. Sentimos a relação entre os reinos visível e invisível, não como uma escada de degraus hierárquicos para subir e escapar dos estados inferiores do ser, mas como no girar de dança interminável – do amor que se doa. À medida que nos permitimos participar da livre troca da criatividade divina, o amor se manifesta. Além disso, nós humanos, como personificação da consciência, somos responsáveis ​​por tornar esse amor divino manifesto neste reino do tempo / espaço. Aprenda como, ao seguir o caminho de Jesus, liberamos nosso Ser essencial à medida que ajudamos a cumprir o profundo anseio do Divino.”

O QUE FAZER PARA SOBREVIVER A PARTIR DE 2021 – 1

Novos desafios surgem, a partir do estágio de desenvolvimento atual, para se sobreviver nestes tempos acelerados e com falta de emprego. Mesmo serviços simples e repetitivos nosso amigo Watson (IBM) já dá conta e vem mais por aí. Até às redes sociais estão contaminadas com vírus da pior espécie.Por outro lado existem várias possibilidades para se sobreviver. Vou expor algumas ideias a partir deste post.

Produção de Microgreens – existe falta de produtores no Brasil e exige pouco espaço para sua produção. Na América do Norte e Europa já estão em alta faz tempo.

Microgreens são o novo superalimento e as pessoas estão tentando incorporar cada vez mais em suas dietas – também restuarante utilizam bastante os microgreens. Esses comestíveis benéficos podem ser cultivados no quintal da sua casa. Mas o que exatamente são microgreens?

Os microgreens são vegetais jovens, pequenos, de aproximadamente um a três centímetros de altura, com um sabor aromático que os chefs costumam usar para decorar e sobrepor os alimentos que servem em restaurantes e cafés. Diz-se que essas plantas jovens têm níveis concentrados de nutrientes que podem ir até 40 vezes mais alto do que o tamanho normal produzido. Os microgreens também estão se tornando amplamente populares entre pessoas preocupadas com a saúde por causa de seus alegados benefícios à saúde.

Quem pode iniciar uma fazenda de micro-verdes?

Linesh Pillai, com sede em Mumbai, que é o fundador da UGF Farms, afirma: “Uma fazenda Microgreen pode ser aberta por absolutamente qualquer pessoa”.

Para cultivar microgreens, a Urban Vertical Farming é empregada. A agricultura urbana vertical é um método, que a hidroponia também usa, para cultivar a planta verticalmente, uma sobre a outra em um espaço pequeno. A hidroponia ou a agricultura sem contato direto com o solo (em bandejas) usa uma solução de água rica em nutrientes para cultivar as plantas em vez do solo.

É muito fácil praticar agricultura vertical e cultivar microgreens. Existem vários manuais e tutoriais disponíveis online que você pode consultar.

Como não há solo, o peso na parede ou no telhado é reduzido significativamente, minimizando o risco de danos estruturais à sua casa.

Quanto investimento é necessário para iniciar uma fazenda de micro-verdes?

Pillai compartilha isso: “(Iniciando a agricultura em micro-verdes) É muito simples e cerca de 300 metros quadrados produz 400 kg por semana sem o uso de solo, fertilizantes ou pesticidas.” . ”

Quem são seus clientes em potencial?

Hotéis 5 estrelas, cafés, supermercados e também residências urbanas de classe média alta são seus clientes em potencial. Você pode administrar um negócio B2B (onde você fornece microgreens para hotéis e cafés) e também um negócio B2C (vendendo diretamente para clientes – você pode iniciar o negócio vendendo para seus vizinhos e pessoas em uma localidade específica e expandir posteriormente abrindo um fazer compras).

“Você também pode oferecer os microgreens em um formato interessante, por exemplo, mix de salada, paratha, bhel mix etc. para que os consumidores aceitem e se adaptem a ele”, sugere Pillai, para melhorar a venda e a tração em torno dos microgreens. Ele acrescenta que os vendedores também devem destacar os benefícios de saúde dos microgreens como o principal ponto de venda.

O início de uma fazenda de microgreen é simples (comece no quintal e expanda mais tarde). Também garante que você coma de forma saudável e o produto que você lança no mercado é orgânico e bom para seus clientes.

Tahira Noor Khan – Junior Features Writer da Entrepreneur-Índia

¿Ya abrazó un árbol hoy?

¿Ya abrazó un árbol hoy? Todavía hay tiempo. Divida ese amor incodincional de su ser para todo el planeta. Abrazar un árbol y ella transmitirá el mensaje a todos los demás árboles, al final sus raíces se comunican y adoran un abrazo, incluso de lejos.

Já abraçou uma árvore hoje? Ainda dá tempo. Divida esse amor incodincional do seu ser para todo o planeta. Abraçe uma árvore e ela transmitirá a mensagem para todos as outras árvores, afinal suas raízes se comunicam e adoram um abraço, mesmo de longe.

Have you hugged a tree today? There’s still time. Divide this unconditional love of your being into the whole planet. Hug a tree and it will transmit the message to all the other trees, after all its roots communicate and love a hug, even from afar.

#abrazoarboles #abracoarvores #hugtrees #networkoftrees #vivafeliz #lifehappy