Enneagram

É chegado o momento de ser revelado esse símbolo (incompleto em si e a se tornar vivo em nós) considerado tão importante, e que no passado foi necessário mantê-lo em segredo. Perde-se no tempo o início de trabalhos baseados no Enneagram. Uma variação foi usada pela ordem Sufi “Brotherhood of the Bees”. Mais recentemente, Gurdjieff disse que o círculo fechado do Enneagram representa um processo ininterrupto e que se repete sempre (até o equilíbrio do ser – revelação da essência interior). E separados, na divisão da circunferência, temos 9 ponto que representam as etapas do processo (uma oitava que começa e termina no dó e intervalos – como fazemos com os dedos no piano dó, ré, mi e troca o dedo). O vértice superior do triângulo é o ponto 9 (dó). O triângulo é a Lei dos três, que representa a presença de elementos superiores. O Enneagram tem que ser imaginado como algo que está sempre em movimento (como tudo na vida). O Enneagram é um ‘perpetuum mobile’, máquina do movimento eterno, e só pode ser experimentado interiormente. Ainda segundo Gurdjieff, a pessoa que é capaz de usar o Enneagram não tem necessidade alguma de livros ou bibliotecas e poderá ler nele as leis eternas do Universo. Anos depois, Oscar Ichazo e Claudio Naranjo utilizaram o Enagrama em trabalhos sobre a personalidade humana. E o líder espiritual A. H. Almaas também utiliza o Enneagram:

1- Falling a sleep – a atitude de sempre provar a nós mesmos ou a outras pessoas que somos perfeitos e certos, é uma maneira de encobrir a crença ou o sentimento de que há algo errado conosco – estamos adormecendo – mudando a atitude chega-se na Santa Perfeição.

2-Improving – sente-se que a vontade é ineficaz e não funciona se as coisas não estiverem acontecendo da maneira que desejamos ou achamos que deveria – não aceitar que tudo o que está acontecendo é exatamente o que tem de acontecer – melhorando chega-se a Santa Vontade, Santa Liberdade.

3-Manipulating – atividade do ego que não confia que o Ser ou Deus está fazendo tudo, fará tudo e, se alguém se render a isso, seu impulso otimizador o libertará espontaneamente – manipulando até a Santa Harmonia, Santa Lei, Santa Esperança.

4-Striving – atividade de controle do ego – a tentativa de controlar a experiência de alguém para não experimentar o sentimento de desconexão. Essa atividade de controle apoia basicamente a identificação com o ego, que cria um centro falso para suprir a ausência de um centro real – esforçando-se até a Sagrada Origem.

5-Controling – evitar lidar com a realidade, esconder-se dela, tentar separar, retirar, fugir disso, interromper o contato – basicamente para não ficar em contato com o que a realidade está apresentando. O que você mais deseja evitar é o próprio estado de deficiência – controle até a Santa Onisciência, Santa Transparência.

6-Withdrawing – uma defesa contra ambiente que parece hostil e ameaçador, o sentimento interior de insegurança terrível. Sempre desconfiado e na defensiva. Isso pode assumir a forma de suspeitar de seus próprios motivos ou não se deixar interiorizar (profundamente), porque teme o que vai encontrar lá e suspeita que não será bom – retirada até a Força Santa, Fé Santa.

7-Suspiciously defending – em vez de se render ao Santo Plano, você cria seu próprio plano e se envolve na atividade do ego, em vez de se render à Santa Obra – suspeitosamente defendendo até a Santa Sabedoria, Santo Trabalho, Santo Plano.

8-Planning – culpa a si mesmo por não ser iluminado, a pessoa se sente culpada por não ser um Ser realizado. Quanto mais fundo você entender o sentimento de culpa, mais perceberá que se sente culpado por não ser real. Isso é particularmente relevante quando você percebe o aspecto essencial do Ponto, a Identidade Essencial. Aqui você vê que carregou consigo um profundo sentimento de culpa por perder o contato com sua verdadeira natureza. Você abandonou o que é real em você; você se abandonou – planejamento até a Verdade Sagrada.

9-vértice superior do triângulo – Blaming – ilusão de que a amabilidade e, portanto, o amor é condicional. A alma fica inconsciente ou “adormece” à sua verdadeira realidade (verdadeira natureza) e à realidade da existência. Pode-se sentir essa qualidade em todos cuja alma não está acordada, esquecendo a realidade objetiva. É por isso que a prática específica necessária para despertar é a lembrança de si mesmo – culpar até chegar o Santo Amor.

Compre a camiseta no link abaixo:

Camiseta Enneagram de João Limana #colab55. Tags: eneagram

Atividades e Oportunidades no mercado – 1

Republicando da MiamiLogoly – com novo título.

Horta orgânica em caixas de madeira certificada – refil de reposição

Já é uma tendência ter paredes vivas com plantas, jardins e hortas. Também se utiliza diversos tipos de caixas para plantar, no nosso caso, verduras e legumes. Nos próximos anos o aumento de pessoas que utilizarão produtos orgânicos será maioria. E a tendência de colher na hora e fresquinho estará sempre em alta – mais ainda em apartamentos (seja com as sacadas ou não). E não será uma decisão somente dos Pais, as crianças que estão nascendo já são muito diferentes e preocupadas com a natureza e consumo inteligente de alimentos.

A ideia é que uma floricultura ou jardineiros (que já dão manutenção em hortas de apartamentos e casas) utilizem um novo sistema, ou seja, caixas em madeira prontas e bonitas (nada de caixote) onde dentro vai um refil. Esse refil poderá conter (fora a terra preparada): sementes a germinar, brotos em crescimento e também para ser colhida em uma ou 2 semanas. Como exemplo citamos: mix de ervas, legumes, Panc, hortaliças e também no formato de microgreens. Também poderá ser refil somente com alface, outro com cenouras já brotando etc. O cliente terá que comprar as caixas de madeira inicialmente (do mesmo fornecedor).

O fornecedor produz os refis e troca na residência ou o cliente poderá retirar. Também seria possível uma aula de como cuidar, colher e guardar as sobras que poderão ser devolvidas no refil, servindo como futuro adubo natural.

Camisetas MiamiLogoly série Climate Solutions – 1

Climate Solutions

Indigo, MiamiLogoly partner, believes in a natural climate solution, a global solution to the climate crisis. The planet is asking for help: climate change, food waste, polluted water, environmental devastation and war. Indigo believes that nuclear wars and testing are at the heart of climate problems. And always few decide a war, in the past the most powerful and who decided the war was the first to face the enemy. And in the drone bombs, who is the passenger?

https://teespring.com/pt-BR/climate-solutions-8871?pid=175&cid=4794

image.png

Camisetas e produtos da MiamiLogoly

Serão vários modelos de camisetas. As próximas serão da turminha da Ecologia.

Onde comprar:

https://teespring.com/pt-BR/amigos-february-2020?pid=211MiamiLogoly

T-shirts and other products
There will be several models of T-shirts. The next ones will be from the Ecology group.
Where to buy:
https://teespring.com/pt-BR/amigos-february-2020?pid=211

#camisetasespeciais #teespring #camisetas #ecologia #sacolas #SpecialT-shirts #T-shirts #ecology #sacks

O QUE FAZER PARA SOBREVIVER A PARTIR DE 2021 – 7

Fabricação e importação de queijos plant-based, massas veganas e ponto de venda

O nível dos queijos fabricados na Califórnia, Vancouver e Europa (mais na França) atingiram um patamar impressionante. No Brasil, ainda estamos engatinhando nessa arte de fazer queijos veganos/ plant-based originariamente saborosos (sem adição de sabor idêntico aos queijos feitos com leite animal). Podem seguir as técnicas tradicionais de mestres queijeiros (base leite vegetal em nosso caso) ou terem tempero mesmo (tipo Miyoko’s da Califórnia – que são espetaculares). O ideal seria viajar para conhecer esses queijos e tentar importar e por que não fabricar aqui similares, em parceria ou não. É uma porta aberta e em breve teremos um salto quântico na qualidade de nossos queijos plant-based. Alguns poucos restaurantes do Brasil já fornecem uma tábua de queijos (pequena porção) saborosos feitos na própria casa. É um caminho para o sucesso. E mais, para provar tem que chamar algum especialista em queijos tradicionais, se fizer careta desista da ideia, caso contrário vai em frente.

Algumas marcas da Europa: Les nouveaux affineurs, Jay and Joy, Happy Cashew, Vegusto, Tomm’Pousse, Nature et Moi, e outros.

#cantinaplantbase #pizzariaplantbased #pizzavegana #cantinavegana #plantbaseddiner #lanchoneteplantbased #lojadeprodutosveganos #govegan #lojadeprodutosplantbased #cheeze #queijosveganos #queijosplantbased #whattodotosurvive #comosobreviverapartirde2021#novosnegocios #novaera #comosobreviver #ideiasdenegocios #negocioscompoucoinvestimento #plantbasedproductsstore

O QUE FAZER PARA SOBREVIVER A PARTIR DE 2021 – 6

Loja de Produtos Plant-based e lanchonete

Com os últimos acontecimentos na China e outros que sempre ocorrem o futuro trará um público imenso para a alimentação Plant-based. Já existem várias propostas implementadas de Lojas e Lanchonetes da linha vegana. Falta, porém, uma proposta mais arrojada para futura franquia, para atender uma demanda que cresce em proporções geométricas.

Quando vamos num desses locais é tudo muito confuso e inúmeros produtos iguais e de marcas diferentes. Cabe um negócio novo onde as marcas sejam selecionas, as melhores entre todas e com o menor número de ingredientes em produtos prontos. Nada de açúcar (mesmo nos doces e cheesecakes plant-based). Nada de álcool. E uma lanchonete que apresente opções de comidas plant-based em bowl. E tudo orgânico – plant-based.

#cantinaplantbased #pizzariaplantbased #pizzavegana #cantinavegana #hortavertical #lanchonetevegana #plantbaseddiner #lanchoneteplantbased #lojadeprodutosveganos #govegan #lojadeprodutosplantbased #whattodotosurvive #comosobreviverapartirde2021#novosnegocios #novaera #comosobreviver #ideiasdenegocios #negocioscompoucoinvestimento #plantbasedproductsstore

O QUE FAZER PARA SOBREVIVER A PARTIR DE 2021 – 4

Cantina e Pizzaria Plant-based

Já temos várias Pizzarias exclusivamente veganas e outras comuns que tem opção vegana. O problema é termos na cabeça que Pizza tem que ter queijo e todas as opções utilizam queijos veganos. Abre-se caminho para um Pizzaria que não utilize qualquer queijo ou mesmo imitação de queijo, pode até oferecer 1 ou 2 opções com queijo vegano. A maior parte do Cardápio tem que ser Pizzas sem queijo algum, e é difícil? Não, e veja os exemplos: Pizza de Alcachofra (massa, molho de tomate fresco, pétalas de coração de alcachofra e cebola) – palmito, palmito e alcachofra, tomates, marguerita sem queijo, berinjela, abobrinha, alcachofra, cogumelos, ervilhas frescas e palmito, pétalas de rosas, alho poró, etc.

E completaria a Cantina com massas veganas (nhoque, ravioli, capeletti, lasanha, etc. com molhos especiais sem leite e queijo (mesmo vegano).

#cantinaplantbase #pizzariaplantbased #pizzavegana cantinavegana #novosnegocios #novaera #comosobreviver #ideiasdenegocios #negocioscompoucoinvestimento #whattodotosurvive #comosobreviverapartirde2021

O QUE FAZER PARA SOBREVIVER A PARTIR DE 2021 – 3

Eventos práticos na cozinha – Unidade móvel

Esta dica de atividade para a nova era é a mesma que anterior só que utiliza uma unidade móvel. Neste caso, você teria um ônibus com uma cozinha completa em metade do ônibus e na outra metade mesas e cadeiras. O Bus (ou Buses) poderia ser utilizado tanto para Coworking da alimentação (Cozinha compartilhada, cozinha de aluguel, etc.) ou Evento prático na cozinha. Como dissemos o Evento é a substituição das festas de aniversário, festas de família, encontro de empresários, encontro de amigos, encontro de amigos da escola, reuniões de diretoria de empresa – por uma atividade pratica. Pode-se até planejar viagens por várias cidades abrindo um calendário para reservas dentro da programação. O ônibus poderia ir para fabricas, clubes, residências, edifícios, parques, eventos no litoral (com autorização). O que podemos dizer é que aqui estamos dando ideias simples que devem ser desenvolvidas, fora o aluguel ou compra do ônibus – exige um poder aquisitivo maior. Empresas alimentícias poderiam fazer parceria para divulgação de seus produtos. Poderia participar de Feiras (divulgação de produtos alimentícios), etc. Escola poderiam locar para alguma atividade especial.

O QUE FAZER PARA SOBREVIVER A PARTIR DE 2021 – 2

Eventos práticos na cozinha

Em 2020 deve ser intensificada a mudança de comportamento dos jovens com grande tendência a alimentação Plant-based e tudo orgânico. O que já se vem notando é que muitos já se preocupam com a alimentação (um dos eixos importantes do tripé do equilíbrio como diz o homeopata deste que escreve: 1- nutrição (podemos incluir aqui também os exercícios); 2- utilização do intelecto no sentido de aprender línguas, uma profissão ou atividade, etc. e 3- O Espiritual. Outro ponto a considerar que todos estão cada vez mais cansados ainda das reuniões triviais, festinhas, etc.

Para completar tudo isso abre-se espaço para os Eventos práticos na cozinha. Seria um ou mais ambientes (prédio comercial ou casa/ salão comercial) com moderna cozinha aberta instalada com mesas, banquetas e sofás (não precisa ser de equipamento profissionais) e completa – menos automatizada possível, no caso por exemplo de fazer uma massa, não poderia ser dispensado o fazer na mão. Seguindo tendências alimentares modernas (claro que pode utilizar liquidificador em determinados casos, etc.). O importante é que os participantes/ convidados coloquem a mão na massa. Poderia ser tipo classe A, B ou C com diferenciação de preços da locação (a locação é por 1 dia ou período (tem que haver uma folga para a equipe da casa reposicionar tudo no lugar – alguns eventuais). E uma pequena sala de reuniões com mesa redonda para até 20 participantes (neste caso quando acontece também reunião). Poderá ser usada como Coworking.

A ideia é bem diferente do Coworking da alimentação, tipo Cozinha compartilhada, cozinha de aluguel, etc. Já temos várias dessas cozinhas. O Evento prático na cozinha é a substituição das festas de aniversário, festas de família, encontro de empresários, encontro de amigos, encontro de amigos da escola, , reuniões de diretoria de empresa – por uma atividade pratica Onde os assuntos ou a festa irão surgindo enquanto se coloca a mão na massa mesmo. Imagine um encontro da diretoria de uma empresa que precisa se integrar, uma unidade de trabalho. Passariam por essa prática fazendo os alimentos, preparando e depois serviriam, almoçariam por exemplo e depois a lavagem da louça. O mesmo no tocante a uma reunião familiar, ou ainda aniversário de crianças, vamos dar 3 exemplos:

  • board meeting – a ideia lançada seria fazer coxinhas. O local ofereceria todos os ingredientes e teria um orientador. A reunião ocorreria enquanto se prepara a massa os recheios, depois dar formato, fritas e comer. Após lavar a louça. Vejam que vivência rica. Após breve reunião na saleta própria.
  • reunião familiar – os familiares em qualquer comemoração estariam juntos, no caso uma almoço italiano – preparariam algumas massas recheadas, molhos, etc.
  • festa de aniversário – as crianças e os adultos juntos desenvolvendo os produtos (e os enfeites) montariam a festa, no caso um jantar – Iriam fazer o bolo, docinhos, salgadinhos desde a massa até assar. Que festa diferente hein. Tá na hora de sair do lugar comum.

O objetivo não é fazer um churrasco, por exemplo, e colocar no carvão. Não e não, é simplesmente o contrário.