SUVS – mania atual? Qual comprar

Todos os fabricantes de veículos se concentraram no segmento de SUVs. Parece que todo mundo quer comprar SUVz.

Entre os 50 veículos mais vendidos no mercado em 2016 encontramos 8 SUVs entre os que estão apresentados na lista abaixo (em negrito). Na lista dos mais vendidos em janeiro de 2017 temos 10 SUVs, também da lista abaixo (entraram Compass e Creta).

A revista 4rodas fez um teste com alguns dos SUvs, entre os que listamos abaixo, e mostramos pela ordem dos melhores segundo eles: Creta(1º), Tracker(2º), Kicks(3º), HR-V(4º), Compass(5º), Vitara(6º), Renegade(7º).

Não concordo com a decisão técnica deles, por sinal não foi técnica. Consideraram como fatores determinantes os anos de garantia, preço do seguro, preço das 3 primeiras revisões, etc.

Agora eu te pergunto, qual você compraria? Escolha:

  • 2008
  • Captur
  • Compass
  • Creta
  • Duster
  • Ecosport
  • HR-V
  • Kicks
  • Renegade
  • Spin
  • T5
  • Tiggo 2
  • Tracker
  • Tucson
  • Vitara
  • XL-60

Temos que considerar que alguns desses veículos ainda tem motor pouco potente e que vai mudar, entre outros itens.

Na opinião deste humilde pesquisador do Blog ficaria entre os seguintes para comprar considerando o início do mês de março:

Obs. Considerei os carros que compraria com preferência com câmbio automático, com motorização adequada, e alguns equipamentos interessantes:

  • 2008
  • Creta
  • HR-V

Essa é a nossa indicação, escolher entre os 3, o que tiver um preço mais justo frente aos equipamentos oferecidos.

Como levantar uma grana limpando interiores de veículos.

Nos momentos de crise muitas pessoas são obrigadas a procurar alguma atividade nova. Atualmente, e também pela pressão sofrida pelos funcionários nos seus trabalhos, cada vez fica mais difícil encontrar um posto de trabalho.

E na maioria dos casos, como levantar recursos para uma atividade própria, abrir algum ramo de negócio.

Em nosso País é fácil abrir uma firma (e já começa a pagar as taxas, etc.), o duro é fechar uma empresa, levando no mínimo de 2 a 3 anos.

Quer começar não gastando muito?

Limpeza de veículos de todos os portes, residência, condomínios e empresas.

Capital inicial: aproximadamente R$ 7.000,00 (compra do aparelho)

r1

É o melhor aspirador de pó que se conhece. O sistema é fantástico, tanto que ao verificar a água após a limpeza você encontrará, além da sujeiras, fios de cabelo que tinha penetrado no tecido/ espuma.

Com um aspirador desse já dá para começar a ganhar. Pode limpar carro em local alugado, no prédio onde as pessoas residem, poderia usar a garagem para limpar o interior dos carros.

Pode também limpar os sofás, cadeiras, cobertores, colchões, almofadas, etc. Carpete.

Principalmente nos veículos, as pessoas não limpam os bancos. É necessário limpar os bancos sempre.

Visitar empresas de ônibus para limpeza dos bancos.

No mínimo cada 3 meses seria interessante fazer uma limpeza com o Rainbow.

Sistema de arrefecimento do motor Rocam

Interessante como os fabricantes de autopeças atendem os requisitos dos profissionais do setor de manutenção de veículos, especialmente do Ford Fiesta e Ecosport. O motor Roccam tem correia de comando resistente (metal) e a carcaça da válvula termostática é de plástico. No mercado de autopeças você encontra a carcaça produzida em metal, que acaba com possíveis problemas de vazamento.

Comprar um veículo usado? Onde?

Volto a falar neste blog sobre veículos.

O dinheiro está mais curto para comprar um carro zero km ou você quer comprar um carro mais equipado no valor de um zero fraquinho e sem nada. Sem dúvidas, somente um carro usado vai te atender.

Qual a garantia na compra? Complicado nesta parte. Tem que tomar os cuidados básicos para começar:

  • A vistoria por empresa especializada é básico. Ela confirma para o comprador o estado do veículo quanto a sua estrutura externa; se o carro não foi comprado em leilão (é um carro com pouco mercado); o estado das marcações de chassi, motor, câmbio (se não foram remarcados, as vezes por estar danificada a área onde é colocada a numeração); documentação.
  • Medir os níveis de água, óleo, óleo do freio, direção.
  • Estado do carro funcionando para verificar se não está soltando fumaça, se a ponta do cano de escape não está muito enfumaçada,
  • Negativa de multas e infrações.

Isso é tudo? Claro que não.

Existe sempre um risco. Mesmo sentindo muita confiança no proprietário que está vendendo o veículo, o dinheiro fala mais alto. Muita gente vende o carro quando está na hora de manutenção mais completa que tem custo mais elevado, e ainda quando o carro apresenta um problema que vai custar uma grana e neste caso surge a possibilidade de dar uma garibada.

Por exemplo, o nível de água do motor. Pode estar no nível, mas e depois de funcionar algumas horas o nível vai abaixar, é preciso completar sempre a água. Se esse for o caso como você vai perceber na hora da compra? A garantia de 3 meses que empresas dão, é o bastante? Nem sempre. No caso de compra de particular pela Internet (todos os meios, OLX, Web…) isso fica mais complicado.

O mesmo pode ocorrer com o nível do óleo do motor, que, por exemplo, gaste 1 litro por 1000 quilômetros rodados (previsto no manual dos veículos). Quem vai aguentar? Cada enchida no tanque de combustível tem que completar a água, o óleo… Que loucura. Pode ser normal para os fabricantes, mas para mim não, e mais, seu carro está queimando óleo e você vende para um pobre coitado, que vai herdar essa senhora dor de cabeça? Ética? Ética passa longe não é?

E tem mais, o estado do sistema de direção, suspensão, câmbio, elétrica, freios tão importantes. E as bombas de água, de… E para terminar, como saber se o carro não foi atingido por uma enchente, como ter garantia disso.

Confiando no vendedor.

Veja, como é importante a honestidade do vendedor. Se a pessoa tem dinheiro, não seria mais honesto revisar o carro antes de vender? Quem não pensa em vender o carro quando chega a hora de trocar todos os pneus?

Não é fácil decidir, e sempre iremos correr o risco.

Ajudei uma pessoa a comprar um carro usado, recentemente, e cumprimos todos os requisitos, escape perfeito, estado dos pedais, carpetes, estofamento, lataria, pneus novos, calotas novas. Um detalhe que por dentro do porta-malas a pintura estava meio danificada o que comprovava que não tinha batida traseira séria. E claro, exigimos a vistoria por empresa que faz esse serviço. Como temos que confiar neles.

Falhei, ao confiar totalmente no vendedor e que estava usando o carro normalmente e não vi os níveis do motor, especificamente o nível da água. Perguntamos se estava tudo ok, e o vendedor falou que sim, sentimos confiança, gente boa. Comprado o carro com assinatura do documento de venda e com contrato particular de compra e venda, onde a partir daquele instante as multas anteriores etc. ficariam a cargo do vendedor e a partir desse ponto, qualquer coisa seria responsabilidade do comprador. Fomos na casa do vendedor, sabemos onde mora.

E não é que o nível da água estava zerado!!! Fomos ver no dia seguinte. O reservatório vazio… Levamos na oficina de confiança (por indicação, por ser novo na cidade) e pasmem, foi 1 litro de produto especifico para o sistema de arrefecimento. Mas, acreditamos que estaria sanado o problema. E não é que no dia seguinte a água tinha sumido do reservatório!!!

A Oficina fez seus testes e constatou problema na junta do cabeçote e a água já se espalhando, velas enferrujadas, correndo o risco de em breve parar por superaquecimento. Mais, ao abrir o cabeçote contatou que já tinham feito isso e colocado cola na junta para evitar vazamento, ou algo parecido. Provavelmente o dono do carro não sabia disso e seu mecânico recomendou vender logo o carro e claro não gastar esse valor, que gira no mínimo em R$ 2.500,00.

Adianta chorar depois? Não, tem que arrumar o carro e rodar com ele muito tempo para compensar o preju. Reclamar para o dono? Ele não sabe de nada, levava no mecânico e fazia as revisões normais pedindo que olhassem tudo, e único dono sempre usou o óleo recomendado pelo fabricante.

Resta fazer mais um empréstimo para pagar o conserto. Claro, agora com uma revisão geral pelo mecânico.

Qual veículo comprar?

Todas as revistas ou jornais que tratam do assunto veículo sempre publicam artigos sugerindo a compra de determinados veículos. São muitos modelos no mercado e se a pessoa não tem preferência por determinada empresa fica numa dúvida danada.

Acredito que os preços dos carros estão um absurdo em nosso Pais e temos que comprar um carro que atenda nossas expectativas que são: consumo razoável, performance, conforto, espaço interno, etc. Não consigo imaginar que alguém possa comprar um veículo que custe mais de R$ 180mil. Por esse valor compramos um apartamento pequeno num bairro até que razoável, podendo ser usado e depois reformado. E não consigo ver um carro que compraria e que custe menos de R$ 40mil. O Uno novo está com um painel lindo e completo, mas não gosto da traseira e das rodas do novo modelo. Assim, partimos com carros acima de R$ 40mil (é muito dinheiro). Eu tenho um Fit EX 15/15 e fui um dos penalizados pela Honda pois esse modelo estava depenado em acessórios e a partir de 16 já voltou a ter os itens que sempre deveria ter, sou um própriotário,

Se você me perguntar qual veículo eu compraria, ficaria na lista que apresento abaixo:

Volks UP TSI 1.0:

1a

Renault Logan 1.6:

1p

FIAT Nova Strada:

1j

Honda FIT EX CVT 1.5 2016:

1e

Ford Focus Hatch 1.6:

1h

Volks GOLF TSI 1.4:

1b

Volks GOLF Variant TSI 1.4:

1c

Jeep Renegade Diesel:

1n

Toyota Corolla XEI ou Altis:

1g

Volks Amarok:

1d

Audi Q3 (SUV perfeito e lindo demais):

1l

Toyota Prius (hibrido):

1fMercedes Benz C 180 2016 (está lindo demais):

1k

Jeep Cherokee Pentastar 3.2 4×4:
1m

Agora, se você reside fora do Brasil e no seu Pais ele está a venda, o melhor carro do universo:

TESLA S
1oE claro tendo locais com recarga a partir da energia solar:

1q

Vale a pena comprar um carro automático?

Se vale. Apesar do folclore sobre a preferência pelo câmbio manual, o automático é bem superior em tecnologia, facilidade de operação e mantém o prazer de dirigir.

O câmbio manual permite mudanças mais rápidas de marchas e hoje temos embreagens macias (tipo chapéu chinês). Na canseira, para quem dirige por muito tempo, o ideal é não utilizar a embreagem e engatar no tempo do motor.

A rotação ideal de cruzeiro seria nos 3000 giros (rpm). O contagiros é muito importante no veículo.

No caso do câmbio automático o posicionamento da alavanca já é mais mácio, sem trancos. Dentre os carro produzidos no Brasil, o New Civic já tem 5 marchas + ré. Os outros ainda utilizam 4 marchas + ré. Interessante que mantém sempre que possível o motor nos 2000 giros.

O prazer de dirigir é o mesmo. É delicioso ouvir o ronco do motor quando aceleramos fundo e o veículo reduz uma marcha e voa baixo.

Alguns carros oferecem 2 opções nos câmbios automáticos: dirigir normal ou esportivamente.

Tirando o preço do câmbio manual, vale a pena ter um automático, paga o prazer proporcionado.

Não gostei

A Nova Perua Vectra, novidade no Brasil, quando apreciada nesta posição é muito bonita:

tanajura10.jpg

Utilizei uma Perua Vectra numa viagem a Portugal em 98, era confortável e tinha ótimo motor diesel.

No Brasil esquece do motor diesel.

tanajura11.jpg

Minha decepção foi com a solução encontrada para a traseira da Perua. Não apresenta harmonia em relaçao ao design geral do veículo.

tanajura9.jpg

Agora, a traseira do Novo Vectra Hatch vai ganhar o título de traseira mais feia entre todos os veículos existentes. Eu, que já trabalhei na GM, fiquei aborrecido com o descuido nestes 2 lançamentos.

Troca de bateria dos carros mais atuais

Se o seu carro tem comando eletrônico e caso a bateria apresente problemas, nunca retire os cabos da mesma. Mesmo com a bateria completamente descarregada, ainda assim ela mantém os dados da Central eletrônica do veículo.

Preste atenção, nunca desconecte os cabos da bateria. Se precisar trocar a bateria se dirija a um auto-elétrico.

Caso desconecte os cabos, você não conseguirá ligar o carro. Não tem o que fazer. A única solução será encaminhar o veículo a uma Concessionária autorizada. Toda a Central eletrônica do veículo deverá ser reprogramada.

Não adianta chorar.

Motor bem definido

O motor 1.8 do Toyota Corolla (agora Flex) é um motor que dá confiança para o motorista. Tem torque, é silencioso e funciona redondo. E o mais importante, é economico.

tanajura8.jpg

Motor:        dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 16V, bicombustível.

Cilindrada:  1.794 cm³

Potência:    136 cv a 6.000 rpm

Torque:       15 kgfm a 4.400 rpm
 

Apresenta uma resina protetora contra corrosão nos pistões e novos anéis de pistão. Um novo ajuste do comando de válvula, novas velas de ignição, nova programação da central eletrônica que comanda o funcionamento do motor. Uma liga metálica mais resistente nas válvulas de admissão e no comando de válvulas.

O ideal é fazer todas as revisões em Concessionária autorizada Toyota. O sistema programado de manutenção deste carro visa não deixar o cliente na rua por problema  mecânico. Afinal, é necessário manter a fama da robustez dos veículos Toyota.

Na Sun North da Vila Guilherme em São Paulo, procure o Carlos da área de vendas. Na assistência técnica o William.