Conforto do banco do motorista é importante? – 1

Continuo visitando as concessionárias na busca de carro até 99mil (que já acho exagero) com extremo conforto para o motorista. Aos poucos estou indo nas concessionárias. Já fui na Fiat (Toro, Pálio, Idea, Uno e Mobi), GM (Novo Cruze 1.4T, Spin, Cobalt, Ônix, Prisma, Cruze coupê antigo), Nissan (Sentra, Versa, March), Peugeot (208, 2008, 307), Renault (Sandero, Duster, Fluence) e a Citroen (C3, C3 Picasso, C4 Lounge), Mitsubishi (Lancer), Honda (Fit) e a classificação é a seguinte:

Classificação crescente por qualidade – 5 melhores:

Conforto do banco do motorista – permite sentar corretamente (entre os carros acima):

  1. Nissan Sentra SL (tem regulagem elétrica)
  2. Citroen C4 loungue
  3. Novo Cruze sedan 1.4 turbo
  4. Peugeot 307
  5. Renault Fluence
  6. Fiat Toro
  7. GM Spin Activ
  8. GM – Cobalt
  9. Nissan March SV CVT

Espaço no interior do veículo (pernas banco traseiro com banco dianteiro bem atrás):

  1. Honda FIT (e entre os bancos)
  2. Nissan Sentra SL

Aos poucos iremos colocando novos carros.

O Model X da Tesla é perfeito

O Model X da Tesla mostra que é possível fazer o melhor e com criatividade. E cuidado excessivo no tocante ao conforto e design dos bancos. Não adianta ter um baita carro e viajar desconfortável. Quando se quer fazer o melhor, se faz. A Tesla não está preocupada em lançar modelos todos os anos. Pode have evolução mas não visando primeiro a grana e depois o resto. Vender e vender e vender. Muito pelo contrário, vender e satisfazer. O mais importante é aperfeiçoar as baterias e cada vez mais, recarregá-las no menor tempo.

Conforto interior para manter a postura, design do veículo ou tecnologia?

Agora analiso os carros a partir de seus bancos, que devem acolher o corpo, mantendo a postura do motorista e passageiros, e claro muito conforto ao utilizar o veículo.

Mas gosto do design dos carros. Já pensou se a Renault lança este Clio no Brasil (principalmente a perua):

Renault Clio: El superventas francés se pone al día - foto 3

Renault Clio: El superventas francés se pone al día - foto 10

Renault Clio: El superventas francés se pone al día - foto 2

Renault Clio: El superventas francés se pone al día - foto 8

Fotos copiadas do blog Coches.net.

Renault Clio: El superventas francés se pone al día - foto 12

Bancos dos veículos que transportam passageiros, seres humanos

Pensamos na Ecologia, Política, Esportes, Musicas e em último e olhe lá, pensamos na qualidade de vida que levamos. De repente cai a ficha e pensamos na alimentação, modo de sentar, de caminhar e de dormir. Problemas coronários atingem muita gente e nada como prevenir caminhando ou correndo. Resumindo, as pessoas começam a se preocupar com seu físico. Um conhecido que dá dicas, um dos filhos que pesquisa, ou pesquisas no Google e começamos a nos exercitar, sem orientação técnica. As vezes até o ortopedista passa exercícios diretamente para o paciente. Muitos estão correndo para as academias, basta um exame do coração e começa-se a usar aparelhos e mais aparelhos, etc. etc.

Será que alguém se preocupou em consultar um especialista em postura corporal? Com formação acadêmica e pratica? Um fisioterapeuta especializado em RPG Souchard tem excepcionais qualidades técnicas para te orientar. Depois um educador físico poderá te acompanhar nos exercícios e preferencialmente fora da academia, se alongando e caminhando como se deve.

E foi o meu caso. Estava fazendo exercícios com orientação de Personal Training e apareceu a oportunidade de ir a uma excelente fisioterapeuta especializada em RPG de Souchard. E surgiu o caminho ideal.

  • Consultar especialista em RPG de Souchard para fazer uma avaliação do seu corpo/ coluna.

Comecei os trabalho para melhorar o posicionamento do corpo e depois de liberado voltar a me exercitar com a Personal. O motivo é que meu corpo estava fora do eixo, a coluna fora de lugar, etc.. E começamos o trabalho que consta de respiração e alongamento para reposicionar a coluna e aprender novamente a andar como se deve.

E ai surgiu um problema, o banco do carro, as poltronas e cadeiras de casa, banco do avião, do ônibus. De saída já digo que os bancos dos ônibus rodoviários são macios, mas não perfeitos.

Você tem que manter o corpo ereto e sentar nos ísquios, mantendo o posicionamento. E também tem a altura da pessoa. No meu caso tenho por volta de 1,81 m e o banco do meu FIT já não atende essa necessidade, tenho que colocar uma almofada nas costas para sentar como se deve. E também do avião em que viajei. Claro que os bancos dos aviões necessitam flutuar em primeiro lugar, mas poderia ter um pouco mais de espuma, acomodar melhor o corpo. Os bancos da Gol e Latam tem pouca espuma, são duros, não tem como encostar a cabeça (o da Latam até sobe o encosto de cabeça) – são de tecidos e necessitam de limpeza exemplar (é feito sempre?). E da Gol a cabeça ficou acima da poltrona sem apoio. E me animei com o Airbus novinho da Azul que me trouxe de Manaus, mas os bancos que são mais higiênicos por não ter tecido até tinha regulagem de cabeça, mas não consegui posição.

E o carro? A fisioterapeuta indicou os bancos da Citroen, alguns da GM, e alguns da Fiat. Disse que é importante também o banco ter bastante espuma:

Impressionante o conforto dos bancos do C4 Loungue de tecido:

Agora temos que escolher primeiro o banco e depois o carro. O assunto vai render muitos posts ainda.

Bancos do veiculos – desenho e arquitetura por fisioterapeutas de posicionamento?

Se você  observar os testes de veículos das revistas, jornais, blogs e tv não encontrará  opinião  de algum fisioterapeuta RPG de Souchar (reposicionamento postural global) a respeito do qualidade dos bancos dos veículos. Falam de conforto superficialmente. Aí está o grande problema, pois o principal é o conforto dos passageiros e principalmente os motoristas. Como estou acertando o posicionamento do meu corpo/coluna já não consigo sentar no banco do meu Fit, por não ser próprio para colunas eretas, pessoas com mais de 1,75m de altura e até menos. Minha fisioterapeuta RPG recomendou conhecer os bancos do Citroen C4 Loungue por ser perfeito para a coluna. E fui ver e sentir, e realmente são fantásticos, principalmente os de tecido. Vá até uma concessionária Citroen e faça a prova e tenha este banco com referencial. Veja bem, não falei para você comprar o carro, pois aí vai o caso de gostar da marca, arquitetura e mecanização do mesmo.

Estou em Manaus, às margens do Rio Negro e vou começar a falar um pouco sobre os bancos dos veículos na volta. E com certeza as mídias especializadas mudariam completamente as avaliações dos veículos considerando uns dos itens principais do mesmo. Teríamos surpresas, e pagar, por exemplo, 60mil por por um carro com bancos pouco indicados é uma verdadeira enganação. E os aviões então, socorro. Os bancos que peguei da Latam um tempo atrás e agora da Gol já não tem espuma, você senta e se encosta em madeira coberta com tecido. E poderia ser como os do Loungue.

Você acerta  coluna e  chora quando quer sentar. Engenheiro e arquiteto, decorador desenhando bancos e cadeiras? Socorro! Precisa da consulta de especialistas em coluna.

Nissan – Mitsubishi – Renault

Conforme diz o New York Times: ‘The alliance’s combined production volume, about nine million vehicles a year including Mitsubishi, is similar to that of the industry’s giants, Volkswagen, General Motors and Toyota’.

O novo grupo formado está entre os 4 maiores: Volkswagen, GM, Toyota e agora Nissan-Mitsubishi-Renault. Pensar nisso 15 anos atrás seria temerário pois a Nissan tinha sérios problemas e foi salva pelo trabalho árduo do brasileiro Carlos Ghos (presidente da Renault na época). Ele manteve um presidente na Nissan trabalhando em conjunto. Ele já recebe 2 salários merecidamente e será que terá um terceiro salário?

A Mitsubishi estava com sérios problemas, principalmente após o escândalo sobre falsificação de dados sobre consumo em linha de veículos. E para ajudar a japonesa Nissan anunciou nesta quinta-feira que adquiriu 34% da Mitsubishi Motors. Com isso, ela se torna a maior acionista da empresa, que sofre com um escândalo de manipulação de dados de eficiência energética de seus miniveículos.

O presidente da Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, explicou em entrevista coletiva que esta aliança de capital ajudará a Mitsubishi Motors a recuperar a confiança do público. E Carlos controlará as 3 empresas (afinal a Renault é grande acionista da Nissan).

A Mitsubishi admitiu em abril ter falsificado os dados de consumo de combustível de 625 mil miniveículos vendidos no Japão. Durante as investigações para determinar o alcance da fraude, a montadora reconheceu que elas aconteceram também com outros modelos.

Durante a entrevista coletiva, o executivo-chefe da Mitsubishi, Osamu Masuko, disse que o plano representa um “marco fundamental” para que a empresa deixe este escândalo para trás. Ghosn e Masuko consideraram que o caso das falsificações criou o momento propício para definir essa aliança, e garantiram que não houve nenhuma pressão das autoridades japonesas.

“A Mitsubishi é uma empresa digna de receber nossa confiança. Acredito que a Nissan pode exercer também um efeito positivo assim como a Mitsubishi Motors pode ter sobre nós, já que é uma empresa muito potente por exemplo no sudeste asiático e em modelos 4×4”, acrescentou Ghosn.

A Mitsubishi ainda não sabe o alcance das indenizações que deverá pagar por causa das falsificações, já que além dos milhares de motoristas, pode ter que devolver subsídios concedidos pelo governo japonês em virtude dos padrões ambientais que os modelos fraudados teriam.

Juntando as 3 empresas deveremos ter em breve modificações interessantes nos veículos das 3, compartilhando experiências e mesclando plataformas e motores, além é claro, a criação de novos veículos já voltados para diminuição de custos ao compartilharem peças, tecnologias, etc.